Vandré Silveira vive Lázaro em 'Jesus'

Ator, que já fez teatro, cinema e publicidade, se diz orgulhoso por ter seu trabalho reconhecido na TV por milhões de pessoas

Por RODRIGO TEIXEIRA | rodrigo.teixeira@odia.com.br

Vandré Silveira vi Lázaro em
Vandré Silveira vi Lázaro em "Milagres de Jesus" -

Rio - O ator mineiro Vandré Silveira, que há 12 anos reside no Rio de Janeiro, vive o desafio de interpretar Lázaro na novela 'Jesus', da Record. "O convite veio depois de um teste de elenco com várias cenas, sem personagem definido. Senti uma grande emoção quando soube da aprovação e da escolha para ser Lázaro", conta o ator, que dá vida a uma das figuras mais icônicas da Bíblia quando o assunto é amizade.

Formado em teatro pela Fundação Clóvis Salgado (CEFAR, Palácio das Artes), em Belo Horizonte, Vandré está surgindo para o grande público: vem desenvolvendo projetos de destaque para o teatro, para o cinema, a TV e também para publicidade.

"No cinema, estou em cartaz no eixo Rio-São Paulo com o longa-metragem 'Rio Mumbai' (2018), com direção de Pedro Sodré. No teatro, minha última temporada foi no Rio de Janeiro, no Teatro Poeirinha, nos meses de março e abril deste ano, com 'Fernese de Saudade'", conta ele, que se emociona ao lembrar do seu início na profissão.

"Desde criança, eu admirava os artistas pela postura libertária e ousadia. Sempre fui muito tímido. E no fim da adolescência, a ideia de me tornar ator começou a se fortalecer. Decidi fazer um curso livre de teatro e me apaixonei", diz.

Vandré Silveira se orgulha de ter seu trabalho visto por milhões de brasileiros, devido ao alcance da televisão.

"É uma grande alegria poder compartilhar com milhões de pessoas uma história de fé e amor. Fico imensamente agradecido por dar vida a Lázaro e ter meu trabalho reconhecido por um maior número de pessoas. Em um momento tão delicado como esse que estamos vivendo, com o crescimento da intolerância, do preconceito e do ódio, a mensagem que a novela traz é um alento", afirma o ator. "E, independentemente de religião, Jesus se identificou com os menos favorecidos. Ele se identificou com quem era discriminado pela sociedade da época. Ele mostrou na prática os significados de igualdade, respeito e amor por toda a criação, por todos os seres. Mesmo o ateu pode admirar a bela história que humaniza o divino", esclarece o ator, que luta contra qualquer tipo de preconceito e discriminação.

RESSURREIÇÃO

A maioria das pessoas associam Lázaro apenas com o milagre da ressurreição. Mas o ator chama a atenção para além da importância do ato, como prova de fé. E também por causa do efeito catalisador no processo de crucificação de Jesus. O ator alegra-se ao falar dessa cena emblemática de Lázaro.

"Um presente para qualquer ator. Uma cena de transformação, que toca o sublime e o metafísico. Podemos ver essa cena de variadas maneiras. De forma simbólica, o que se coloca é o poder da fé que transcende a própria morte, rumo a uma nova vida. Acredito no choro de Jesus porque ele se compadece do sofrimento das irmãs. A força deste milagre leva à perseguição não somente de Jesus, mas também de Lázaro, que passa a ser uma prova incontestável de fé", comenta, dando um resumo do que vem por aí em 'Jesus'.

"Vamos conhecer a história de Lázaro, seu cotidiano, sua relação com as irmãs Marta (Dani Moreno) e Maria de Betânia (Jéssika Alves), sua proximidade e amizade com Jesus. Essas são questões pouco abordadas em outras obras audiovisuais. Um desafio maravilhoso que eu ainda não havia vivenciado", comenta.

Galeria de Fotos

Vandré Silveira vi Lázaro em "Milagres de Jesus" Record TV / Divulgação
Vandré Silveira como Lázaro em 'Jesus', da Record (acima), e posando para fotos de divulgação. "Eu era muito tímido", recorda Record TV / Divulgação

Comentários

Últimas de Diversão