'Tô pronta pra viver', diz Lilia Cabral ao falar sobre sentimento de juventude

Aos 62 anos, atriz não teme envelhecimento e elogia postura de sua protagonista em ‘Maria do Caritó’, comédia em cartaz no cinema

Por Juliana Pimenta

Lilia Cabral como 'Maria do Caritó'
Lilia Cabral como 'Maria do Caritó' -
Rio - Simplicidade: uma boa palavra para definir Lilia Cabral e sua nova personagem, a protagonista de ‘Maria do Caritó’, comédia que estreou na última quinta-feira. Com uma carreira de sucessos, Lilia comemora a oportunidade de fazer um filme com uma cara bem brasileira. “Eu acho que o público vai gostar muito da história, da simplicidade, da ingenuidade e da brasilidade, que há muito tempo não é vista no cinema. Tudo isso contado de uma forma simples e falando dos sentimentos mais profundos que todos nós conhecemos”, revela a atriz, que já havia interpretado Maria do Caritó no teatro durante cinco anos.

O maior desafio para Lilia, inclusive, foi fazer essa transição do palco para as telonas. “No teatro, nós somos inteiros, da cabeça aos pés fazendo gestos. No cinema, nós temos que ter uma cumplicidade com a câmera, sabendo que o público estará mais adiante nos vendo numa tela imensa. Então, todo pensamento fala. E como ele fala bonito! Todos nós que fizemos a peça e depois fizemos o filme, ficamos realizados”, confessa.

Envelhecimento

Dentre os dramas do filme, uma das principais questões é o envelhecimento de Maria do Caritó. Desde o nascimento, a senhora teve a virgindade prometida pelo pai a um santo e anseia por encontrar o amor verdadeiro. Com o passar do tempo, ela se preocupa em ficar sozinha e não realizar o sonho de casar. Para Lilia, o envelhecimento não é um problema. “Não tenho medo de envelhecer, sou muito muito feliz do jeito que sou. A vida me deu essa compreensão. Eu acho que o envelhecimento é um amadurecimento necessário e importante. A cada dia me sinto mais jovem porque eu tenho muita coisa para aprender. Me considero uma mulher com liberdade para criar, para viver. Eu tô pronta pra viver. Me considero livre, o que eu acho que é muito legal”, destaca.

Lilia diz ainda que não faz nenhum procedimento estético muito elaborado. Sua rotina de beleza é, inclusive, bem simples. “Eu cuido da pele assim: lavo bem meu rosto, passo um creme para cuidar, protetor solar e mais nada. E vamos ver até onde a gente aguenta. Se Deus quiser, eu vou aguentar bastante tempo”, brinca a atriz de 62 anos.

Empoderamento

No longa, mesmo desesperada para ter um par, Maria do Caritó muda sua história ao descobrir o amor próprio. "É tão bonito ver ela chegar a esse entendimento. Ela acaba surpreendo, porque ela não optou por aquilo que seria mais fácil, ela optou pela liberdade. E isso, nossa, isso não tem preço", destaca Lilia, que também valoriza a independência feminina conquistada nos últimos anos.

"Nas nossas gerações anteriores, todos nós vivemos coisas que nós não estamos mais vivendo agora. E nem estamos mais admitindo a pessoa viver. Antigamente, a gente não discutia nada. Ninguém reivindicava nada, era o pai quem mandava, a mãe não podia abrir a boca. As coisas mudaram para melhor. Mas eram outros tempos. E é assim que a gente vai vivendo com mais condições de sermos transparentes e verdadeiros como nós gostaríamos de ser", defende a atriz, que apesar de nunca ter sonhado em se casar, mantém um relacionamento de mais de 25 anos com o marido.

Polêmica

Apesar de evitar falar sobre o assunto, Lilia Cabral se viu envolvida em uma polêmica ao sair em defesa de José Mayer durante um programa de rádio há duas semanas. "Não acredito que ele seja aquele homem que ele foi, da forma como falaram dele. Não consigo acreditar", disse a atriz sobre o colega acusado de assédio sexual por diversas mulheres e afastado da Globo. "Acho que você não pode deixar de defender uma posição. E a minha posição, pela primeira vez eu estou falando. Na época eu não tinha nem como me colocar, porque existia uma campanha muito forte e a gente, quando se colocava, não nos ouviam", continuou Lilia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários