Premonição? 'Explode Coração', de 1995, já falava sobre relacionamentos virtuais

Novela protagonizada por Edson Celulari entra no catálogo do Globoplay na próxima segunda, dia 22

Por Juliana Pimenta

Edson Celulari (Júlio Falcão): relacionamento virtual com a protagonista
Edson Celulari (Júlio Falcão): relacionamento virtual com a protagonista -

Rio - A volta de sucessos da Globo tem sido uma boa companhia para os que vivem entediados no isolamento. Desta vez, o lançamento do Globoplay é 'Explode Coração'. A novela, que originalmente foi ao ar em 1995, entra para o catálogo do streaming na próxima segunda-feira, dia 22. Com texto de Gloria Perez, a produção levou o público a viajar pelas tradições muçulmanas, a conhecer os hábitos do povo indiano e a descobrir as belezas da Turquia.

Na produção, a autora também apresentou o tema das conversas virtuais, ainda pouco comentado na época. "Eu diria que foi a primeira novela interativa. Ela nasceu da minha convivência nas redes jurássicas de então. Convivendo ali, vi pessoas se apaixonando, desfazendo namoros e até casamentos por gente que nunca tinham visto pessoalmente. Era uma versão nova do velho amor por correspondência. Isso me fascinou. Comecei a conversar com aquelas pessoas, a ouvir suas histórias, a imaginar como seria o mundo quando aquela inovação se popularizasse. Foi fácil perceber que logo teríamos cores e ilustrações. Então, imaginei uma versão do que depois viria a ser o Skype", conta Gloria, que acredita que a novela tem tudo para fazer sucesso também nos dias de hoje.

"Ela fala de gente, de sentimentos humanos, da dificuldade que as pessoas têm de aceitar o diferente. Isso se potencializa quando você mostra outra cultura, outra maneira de enxergar o mundo, que não é melhor nem pior do que a nossa, mas é diferente. Diversidade, tolerância: esse é um tema recorrente em todos os meus trabalhos", defende a autora.

Webnamoro

Já Edson Celulari foi responsável por dar a vida a Júlio Falcão, empresário que vive um casamento em crise com Vera (Maria Luisa Mendonça), mas conhece Dara (Tereza Seiblitz) pela internet. "Eu me lembro de ter feito uma grande pesquisa porque o Julio Falcão, meu personagem, estava ligado a informática, o que era novidade para mim. Eu me lembro que, nas gravações, a gente tinha muito cuidado para toda aquela comunicação online parecer real, mas não era uma coisa simples. Gastamos certo tempo, principalmente no início, até criarmos uma linguagem. Também lembro que viajamos para Tóquio. Foi uma experiência incrível. Era uma turma muito divertida e tenho as melhores memórias", conta o ator, que recebeu com alegria a notícia da chegada da novela ao Globoplay.

"A gente fica muito feliz quando um trabalho vai repetir, e todas as memórias começam a vir à tona. Essa novela foi exibida antes de o meu filho Enzo nascer. É uma novela muito rica de história, de conteúdo, e muito bem produzida. Fico alegre de o público poder ter acesso à obra novamente", defende Edson que, assim como Gloria Perez, espera que a novela caia nas graças do público, assim como em 1995.

"Os temas tornam a novela atual. O mundo girou, já são 25 anos desde a primeira exibição. Mas será que o homem mudou tanto? Retomar qualquer conteúdo que tenha diversidade de temas como tem 'Explode Coração', que propõe muitas reflexões é algo muito vivo, muito atual para os dias de hoje. Acho que a liberdade de escolha, o impulso de querer conhecimento e o desejo pela independência sempre serão universais. Além disso, a novela fala de paixão. Fala da paixão que não deve ser medida para ser vivida e não pode ser impedida por medo ou receio. É bonito ver os apaixonados. Eles têm coragem", diz.

 

Comentários