Mais Lidas

Profissão certa: Engenharia

Fala-se até em ramos completamente desconhecidos, como Engenharia do Entretenimento, Engenharia de Riscos e Engenharia Metalomecânica

Por luana.benedito

Rio - Quem escolhe se tornar engenheiro tem pela frente várias opções. Não há consenso de quantas são as especialidades da carreira de Engenharia. Tem quem diga que são mais de 80 as profissões que estão enquadradas nessa categoria. Fala-se até em ramos completamente desconhecidos, como Engenharia do Entretenimento, Engenharia de Riscos e Engenharia Metalomecânica.

Engenharia tem várias opções de especialidades Reprodução

A mais conhecida ramificação é a Engenharia Civil, que é usada na construção de qualquer obra. Permite melhorar e agilizar processos de construção, capacitando o profissional para o gerenciamento, a organização e o controle de processos produtivos. O diferencial está em deixar as tarefas da construção mais dinâmicas, melhores e mais baratas. Além das disciplinas básicas de Engenharia, o curso oferece conhecimentos sobre o uso de recursos humanos e materiais, marketing, psicologia e outras disciplinas que otimizam o gerenciamento de obras.

Outro caminho bastante procurado é a Engenharia Mecânica, que possibilita projetar, analisar, fabricar e operar sistemas mecânicos de máquinas e ferramentas. As disciplinas desse curso são: análise estrutural, projeto e construção de máquinas, propulsão, sistemas diversos de geração de energia e manutenção. O profissional vai planejar e gerenciar máquinas no setor de automóveis, trens e empresas de mecânica.

ENGENHARIA ELÉTRICA

Esse ramo da engenharia lida com as várias aplicações de eletricidade, eletromagnetismo e eletrônica nas geradoras, distribuidoras e na indústria. Além de lidar com as matérias básicas das engenharias, os conteúdos específicos do curso especializa o profissional a trabalhar com qualquer setor que envolva a parte elétrica, com o objetivo de otimizar a produção, o armazenamento e a distribuição de energia. Os caminhos para especialização têm a ver com microeletrônica, telecomunicações, eletrônica de potências, entre outros.

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Integra questões técnicas das engenharias com problemas gerenciais. O objetivo desse ramo é aumentar a qualidade de um produto e/ou serviço melhor. Ou seja: tornar os processos das empresas mais rápidos, com baixos custos e melhorar a qualidade do que foi produzido. É uma área muito solicitada por qualquer empresa. No curso, se destacam matérias específicas relacionadas à administração, logística e processos produtivos. O campo de atuação é extenso.

ENGENHARIA AMBIENTAL

É um setor focado em melhorar a relação entre as indústrias e o ambiente, que desenvolve projetos e melhora processos para reduzir a poluição gerada pelas indústrias. Assim, toda organização que utiliza técnicas de engenharia ambiental se torna mais sustentável, suas operações são melhoradas e gasta-se menos com custos para não agredir o ambiente. Em próximas colunas, Profissão Certa vai abordar outras ramificações para quem quer seguir Engenharia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia