Mais Lidas

Falha nas inscrições para o Sisu

Segundo o MEC, foi identificado um 'problema de sincronização entre as bases de dados' do ministério e do Inep

Por thiago.antunes

Rio - Estão abertas desde ontem as inscrições para a segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que poderão ser feitas no portal do programa, na Internet, até o dia 1º de junho. Mas uma falha na base de dados do Ministério da Educação (MEC) pode ter afetado até 600 mil candidatos que fizeram o Enem e estavam aptas para concorrer às vagas.

Segundo o MEC, foi identificado um “problema de sincronização entre as bases de dados” do ministério e do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais (INEP), responsável pelo Enem. Para se inscrever, o candidato precisa do número de inscrição e senha cadastrados no Enem de 2016.

Na inscrição, os candidatos podem escolher até dois cursos. Até o fim do período de inscrição, poderá alterar a opção de curso. Também deve definir se quer concorrer a vagas de ampla concorrência, ou pelo sistema de cotas destinadas a estudantes de escolas públicas, ou a vagas destinadas às demais políticas afirmativas.

Uma vez por dia, o MEC divulga a nota de corte de cada curso, segundo as inscrições feitas até aquele o momento, e a classificação parcial do candidato na opção de curso escolhida. Nesta segunda-feira, serão divulgadas as primeiras notas de corte. Ao todo, 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições vão ser ofertadas para os candidatos. 

Nesse processo, valerá a nota do candidato no Enem 2016. Para participar, os candidatos não podem ter tirado zero na redação. Além disso, algumas instituições estabelecem notas mínimas para ingresso em alguns cursos. Ao todo, mais de 6,1 milhões de candidatos fizeram o Enem no ano passado.

O Sisu terá uma chamada, e a divulgação do resultado está prevista para o dia 5 de junho. Também nessa data será aberta a lista de espera, que permanecerá disponível até 19 de junho. As matrículas serão do dia 9 ao dia 13 de junho, e a convocação da lista de espera será feita a partir do dia 26 de junho.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia