Herói contra a Suécia, Kroos dispara: 'muita gente gostaria de ver a Alemanha eliminada'

Jogador comentou 'volta por cima' da atual campeã para cegar a primeira vitória no Mundial

Por O Dia

Toni Kroos marcou gol da vitória da Alemanha sobre a Suécia
Toni Kroos marcou gol da vitória da Alemanha sobre a Suécia -

Sochi - Herói da emocionante vitória da Alemanha sobre a Suécia por 2 a 1, em Sochi, neste sábado, o volante Toni Kroos afirmou que muita gente em seu país ficaria feliz em ver sua seleção ser eliminada na primeira fase do Mundial da Rússia.

"Temos sido muito criticados, muitas vezes com razão, e muita gente na Alemanha teria adorado se tivéssemos sido eliminados hoje", afirmou o jogador do Real Madrid à imprensa alemã.

Conhecido por seu incrível controle de passes, e pela frieza em campo,Kross cometeu um raro erro ao perder a bola na jogada que acabou resultando no gol da Suécia. O jogador demonstrou tranquilidade ao assumir o erro, e afirma que o foco da equipe está no próximo jogo, contra a Coreia do Sul.

Kroos comemora gol sobre a Suécia - AFP

"Evidentemente, o primeiro gol foi por minha culpa, mas quando você dá 400 passes em uma partida, às vezes dois não saem corretamente. Agora temos que descansar, mas não temos tanto tempo, pois é preciso vencer a Coreia do Sul para sermos convincentes", afirmou o volante

Três pontos e pedido de desculpas

A Alemanha pediu desculpas à Suécia pela comemoração dos integrantes da seleção alemã após o gol da virada sobre os nórdicos, nos acréscimos. Após o feito, membros da delegação correram em direção ao banco adversário para comemorar. 

"Era uma partida cheia de emoção. No fim, qualquer reação ou gesto de nossa comissão técnica em direção ao banco sueco foi emocional demais. Não é nossa maneira de fazer as coisas", escreveu a Mannschaft em sua conta no Twitter, uma mensagem concluída com "Ursäkta!" (Perdão, em sueco).

Janne Andersson, técnico sueco, criticou a atitude. "Correram até nossa zona fazendo gestos sob nossos narizes", disse. Por sua vez, o técnico alemão, Joachim Löw, sempre insistiu que o respeito ao adversário e aos árbitros é uma das identidades de sua equipe. "Após o apito final estávamos concentrados em outras coisas. Estávamos festejando. Não vi nenhum gesto para o banco da Suécia".

Com quatro pontos ganhos e segunda colocada no Grupo F, a Alemanha volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrentam a equipe sul-coreana na Arena Kazan, às 11h (horário de Brasília). Caso os alemães vençam, um empate entre México e Suécia basta para a atual campeã se classificar.

Com informações da AFP

Galeria de Fotos

Toni Kroos marcou gol da vitória da Alemanha sobre a Suécia AFP
Kroos comemora gol sobre a Suécia AFP