Valor de mercado de Neymar despencou quase R$ 100 milhões após a Copa, diz estudo

Apesar disso, camisa 10 da seleção segue na liderança do ranking

Por O Dia

Neymar não teve uma Copa do Mundo positiva
Neymar não teve uma Copa do Mundo positiva -

Rio - Definitivamente a Copa do Mundo não foi boa para Neymar. Se dentro de campo não rendeu o esperado e saiu sem o título da competição, fora dele, o jogador teve que se deparar com uma desvalorização em relação ao seu valor de mercado. Segundo a Pluri Consultoria, especializada no ramo esportivo, o camisa 10 da Seleção viu seu valor de mercado cair cerca de 11,1%.

Antes do Mundial, segundo o estudo, o valor de mercado de Neymar era de 197,3 milhões de euros (cerca de R$ 893 milhões). Após o fracasso do Brasil, ele passou a ser de 175,4 milhões de euros (R$ 794 milhões). Um diferença de 21,9 milhões de euros (R$ 99 milhões). 

“Neymar entrou na Copa do Mundo cercado de expectativa Global pela condição de protagonista da maior transferência da história do futebol muldial (222 milhões de euros), e  frequentemente apontado como sucessor natural de Cristiano Ronaldo e Messi”. Além disso, a Pluri diz que o jogador deveria ter sido o líder de uma seleção favorita ao título.

Apesar da desvalorização, Neymar segue como o jogador com o maior valor de mercado do mundo. Ele agora é seguido por Kylian Mbappé, que agora campeão do mundo vale 170,7 milhões (R$ 772 milhões). Logo depois, vem Lionel Messi, que tem valor em 161,8 milhões de euros (R$ 732 milhões).

O título francês fez o jovem atacante ultrapassar Messi. Mbappé se valorizou 44%, de acordo com a empresa. O relatório diz ainda que o francês tem a chance de ser o primeiro a valer mais de 300 milhões de euros, dependendo de sua evolução.