EUA: Trump quer que responsáveis por crimes de ódio enfrentem pena de morte

Massacres deixaram 29 mortes em ataques durante o fim de semana

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Donald Trump
Donald Trump -
Washington - O presidente americano, Donald Trump, chamou de "ataque contra a nação" os tiroteios em massa que ocorreram no país no último fim de semana no Texas e em Ohio. Ele disse que pediu ao Departamento de Justiça (DoJ, em inglês) que faça um projeto para que pessoas que cometem crime de ódio enfrentem pena de morte e que trabalhe, junto a autoridades nacionais e locais, além de empresas de mídias sociais, para identificar a possível ocorrência de tiroteios em massa antes que aconteçam.

Em pronunciamento nesta segunda-feira, sobre os acontecimentos, ele também afirmou que vai buscar uma parceria bipartidária com democratas para aprovar projetos que combatam violências como essas, além de defender uma reforma no sistema de saúde mental. Segundo ele, é preciso também parar a "glorificação da violência" atualmente, como em jogos de videogame.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários