Problema gerado por calçado novo quase tira a vida de bela modelo

Jovem desenvolveu sepse, que é muito grave

Por iG

Gemma Downey usou sandálias novas, mas ficou com uma bolha em um dos pés, que logo fez ela desenvolver sepse
Gemma Downey usou sandálias novas, mas ficou com uma bolha em um dos pés, que logo fez ela desenvolver sepse -
São Paulo - Na semana passada, a modelo Gemma Downey, de 23 anos, que vive na Inglaterra, notou que suas novas sandálias no estilo plataforma estavam machucando seus pés enquanto ela caminhava para a estação de trem. Na hora, ela tirou os calçados e trocou por um par que fosse mais confortável.

“Tudo começou quando os meus sapatos esfregaram a parte de trás dos meus pés. A pele de um deles foi cortada. Em algum momento, pareceria que estava formando uma pequena bolha. Achei que não fosse nada significativo, mas depois percebi que tinha uma cor estranha”, diz Gemma para a Caters News Agency.

Depois, ela passou a perceber que não conseguia andar corretamente e estava mancando. “Meu pé inchou. A dor era horrível e percorria a área do tornozelo. Eu cai no chão e realmente doeu. Estava ficando cada vez mais inchado”, ressalta a modelo, que resolveu buscar ajuda médica por conta das complicações da bolha .

Na consulta, apenas antibióticos foram receitados. No entanto, ela piorou e foi para o serviço de emergência de outro hospital, mas os especialistas não chegaram a nenhum diagnóstico. Na manhã seguinte, ela ficou doente e voltou ao local, onde lhe falaram que ele estava com os primeiros sintomas de sepse, complicação de uma infecção que pode levar à morte.

No local, a jovem recebeu tratamento para celulite infecciosa, que é causada quando bactérias entram na pele por meio de cortes, feridas e bolhas, por exemplo. Dois dias depois, ela recebeu alta. “Tive dores no corpo todo. Estava com dificuldade para respirar e sabia que algo estava seriamente errado”, aponta.
Conforme conta, o médico disse que ela estava com o batimento cardíaco alto, pressão arterial baixa e temperatura elevada. “Disseram que eu estava com os primeiros sinais da sepse , mas felizmente consegui receber tratamento antes que pudesse piorar. Sei que isso pode ser fatal”, comenta.

Pelos próximos três meses, Gemma não conseguirá usar nada além de chinelos. "Isso não vai me impedir de usar saltos porque adoro saltos, mas, por enquanto, eu preciso ver como vai o processo de cicatrização [da bolha ] e depois verificar quando posso começar a usar sapatos que cobrem a parte de trás do pé novamente”, finaliza.

Comentários