Japão realiza cerimônia para homenagear vítimas da Segunda Guerra

Fim do conflito completa hoje 74 anos

Por Agência Brasil

Novo imperador do Japão, Naruhito externou profundo remorso sobre os tempos de guerra e orou pela paz
Novo imperador do Japão, Naruhito externou profundo remorso sobre os tempos de guerra e orou pela paz -
Tóquio - Nesta quinta-feira os japoneses celebram o marco do fim da Segunda Guerra Mundial há 74 anos e rezam pela paz. Em Tóquio, milhares se reuniram para uma cerimônia realizada pelo governo para homenagear os que morreram no conflito.

Mais de seis mil pessoas, incluindo sobretudo familiares, participaram do evento anual para homenagear mais de 3 milhões japoneses que morreram na guerra.
O imperador Naruhito e a imperatriz Masako participaram da cerimônia pela primeira vez desde a ascensão do imperador ao trono, em maio.

O primeiro-ministro Shinzo Abe disse: "A paz e a prosperidade que alcançamos hoje estão fundadas nos sacrifícios extremos de todos aqueles que morreram na guerra. Isso é algo do qual nunca vamos nos esquecer."

Ao meio-dia, os participantes observaram um minuto de silêncio. O imperador afirmou que "meus sentimentos estão com as muitas pessoas que perderam suas preciosas vidas na última guerra e com suas famílias enlutadas."

Os parentes dos mortos na guerra estão envelhecendo. Cerca de 80% dos familiares enlutados que participaram da cerimônia têm 70 anos de idade ou mais, e este ano, somente cinco viúvas compareceram ao evento.

Comentários