Humanos estão mudando o planeta quatro mil anos antes do que se pensava

Por REVISTA PLANETA

Os humanos vêm causando mudanças significativas na cobertura terrestre até 4 mil anos antes do que se pensava, diz uma pesquisa da Universidade de Queensland.

O Antropoceno – a atual era geológica – é visto como o período em que a atividade humana tem sido a influência dominante no clima e no meio ambiente da Terra. Alguns estudiosos consideram o início do Antropoceno como o fim do século 18, quando os humanos começaram a causar um impacto maior no planeta.

Mas, segundo Andrea Kay, da Escola de Ciências Sociais da universidade, a nova pesquisa mostrou que as mudanças na cobertura terrestre induzidas por humanos já eram globalmente extensas em 2000 aC. “As atividades de agricultores, pastores e caçadores-coletores mudaram significativamente o planeta há quatro milênios”, disse Kay, em comunicado da universidade.

O projeto ArchaeoGLOBE usou uma pesquisa online para coletar estimativas de uso da terra nos últimos 10 mil anos de arqueólogos com experiência regional.

Segundo a pesquisadora, a taxa e a escala modernas das mudanças globais antropogênicas são muito maiores do que as do passado profundo, mas as mudanças cumulativas de longo prazo que os primeiros cultivadores de alimentos fabricados na Terra são maiores do que muitas pessoas imaginam. “Mesmo a agricultura de pequena escala e mutável pode causar mudanças significativas quando considerada em larga escala e por longos períodos de tempo”, afirmou a pesquisadora.

Para a pesquisadora Nicole Boivin, a abordagem inovadora de crowdsourcing de especialistas para reunir dados arqueológicos forneceu ao projeto uma perspectiva única. “Os arqueólogos possuem conjuntos de dados críticos para avaliar os impactos humanos de longo prazo no mundo natural, mas eles permanecem praticamente inexplorados em termos de avaliações em escala global”, disse.

Outra pesquisadora da equipe, Alison Crowther, disse que o estudo pode ajudar a planejar futuros cenários climáticos. “Esta pesquisa e a abordagem colaborativa que usamos significa que podemos entender melhor o uso precoce da terra como um impulsionador das mudanças ambientais globais de longo prazo em todo o sistema da Terra”, disse.

Comentários