Presidente e sócio de empreiteira são presos em etapa da Lava Jato no RJ e em SP

Dário Queiroz Galvão, presidente da Galvão Engenharia, e o sócio Guilherme Esteves são apontados pela Polícia Federal como operador do esquema

Por tamara.coimbra

São Paulo - A Polícia Federal cumpre nesta sexta-feira mais três mandados judiciais relativos à investigação da Operação Lava Jato. De acordo com a PF, desde a madrugada eles cumpre dois mandados de prisão preventiva — um em São Paulo e outro no Rio de Janeiro — e um mandado de busca e apreensão na capital paulista. Às 7h55, a Polícia Federal informou que foram presos Dário Queiroz Galvão, presidente da Galvão Engenharia, e o sócio Guilherme Esteves, apontados pela PF como operador do esquema.

LEIA MAIS: Graça Foster diz na CPI da Petrobras que Lava Jato fez bem à empresa

Justiça Federal decreta nova prisão para o lobista Fernando Baiano

Presos da Lava Jato são transferidos da sede da PF para presídio no Paraná

Suíça bloqueia R$ 1,3 bilhão de contas de investigados na Operação Lava Jato

A Galvão Engenharia é uma das empreiteiras investigadas pela Lava Jato no esquema de corrupção da Petrobras. Ela é suspeita de integrar o grupo de empreiteiras que fraudavam licitações da estatal, segundo o Ministério Público Federal (MPF).

De acordo com a PF, a prisão preventiva, ao contrário da temporária, pode se estender por prazo indeterminado durante um processo. Dez policiais federais participam da ação, que começou às 6h. Segundo informações da assessoria de imprensa da Polícia Federal, os presos serão levados à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde ficarão à disposição da Justiça Federal.

A Operação Lava Jato foi deflagrada pela PF em março e 2014 e investiga um esquema milionário de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A última fase da operação foi deflagrada no dia 16 de março deste ano e cumpriu 18 mandados judiciais.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia