Campanha Ice Bucket Challenge já arrecadou US$ 7,6 milhões com banho de famosos

'Banho gelado' bate recordes, turbinada por famosos como Ethel Kennedy, Justin Timberlake e Mark Zuckerberg

Por leonardo.rocha

Estados Unidos - Imagine se Fátimas Bernardes, Ana Maria Braga, Pelé e Luan Santana aceitassem que um balde de pedras de gelo fosse jogado sobre suas cabeças para arrecadar dinheiro para o Criança Esperança. É mais ou menos o que está acontecendo nos Estados Unidos, no chamando desafio do balde de gelo "(Ice bucket challenge). Desde julho, celebridades das mais variadas áreas, como figuras da TV e da política, estão pagando esse "mico" por uma causa. Além de vídeos engraçados na rede, a iniciativa tem arrecadados milhões de dólares.

Famosos tomam banho de água gelada para o Desafio do Gelo

Marck Zuckerberg logo após o banho geladoReprodução Vídeo


O banho gelado em público de famosos como a família Kennedy e sua matriarca, Ethel Kennedy; o artista Justin Timberlake e o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, está causando furor nas redes sociais e ajudando a ALS Association a bater recordes de arrecadação de doações para sua campanha anual em prol das pesquisas para encontrar a cura para esclerose múltipla amiotrófica, também conhecida como Doença de Lou Gehrig.

A campanha Ice Bucket Challenge começou em 29 de julho nos EUA. Nesta quinta-feira, a ALS Association divulgou que já recebeu US$ 7,6 milhões em doações. O valor arrecadado é 5,5 vezes maior que a quantia doada no mesmo período em 2013 (US$ 1,4 milhão). Segundo a ALS, o dinheiro veio de doadores regulares e de 146 mil novos doadores, que certamente foram atraídos pelos vídeos de banhos gelados publicados nas redes sociais.

Banho Gelado

O desafio pede que uma pessoa despeje um balde de gelo e água sobre sim mesma e que então desafie outras publicamente a fazer o mesmo em 24 horas ou doar dinheiro para a campanha da ALS Association. É uma forma de chamar a atenção para a doença e atrair doadores.

O que tem acontecido é que as pessoas estão despejando baldes gelados sobre a cabeça e ainda assim doando dinheiro para a entidade.

Na quarta-feira, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, aceitou o desafio lançado pelo governador do estado de New Jersey, Chris Christie, e publicou um vídeo na sua página do Facebook tomando um tremendo banho gelado.

Mark Zuckerberg toma banho de balde e desafia Bill Gates em prol de campanha

Zuckerberg seguiu o protocolo da campanha e desafiou o empresário Bill Gates, a COO do Facebook, Sheryl Sandberg, e o CEO da Netflix, Reed Hastings, a fazer o mesmo em 24 horas ou doar para a campanha. Até agora não houve manifestação dos desafiados se vão doar ou tomar banho gelado.

A família Kennedy tomou um banho gelado coletivo para promover a campanha da ALS que culminou com a matriarca, Ethel Kennedy, de xx anos, despejando um balde gelado em si mesma e desafiando o presidente Barak Obama a fazer o mesmo ou doar. Obama comunicou que vai doar dinheiro para a entidade.


A doença

A ALS, também conhecida como Doença de Lou Gehrig, é uma doença neurodegenerativa progressiva que afeta as células nervosas do cérebro e da medula espinhal. No Brasil a doença tem o nome em português de esclerose lateral amiotrófica (também conhecida pela sigla ELA).

Num prazo de dois a cinco anos a partir do diagnóstico, uma pessoa com ALS perde gradativamente a capacidade de controle muscular até sofrer uma paralisia total e morte. Não há cura para a ALS e há apenas um remédio aprovado pela FDA, que consegue aumentar um pouco a sobrevida do paciente.

O dinheiro arrecadado pela ALS Association é usado para garantir apoio a portadores da doença e suas famílias e sustentar um programa global de pesquisa focado na descoberta de novos tratamentos e, quem sabe, na cura para a doença.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia