Mais Lidas

MP da Previdência é inoportuna

Jurista lembra que com as investigações da Lava Jato direcionados para o presidente Michel Temer por corrupção, a tendência é a de que o apoio político do comandante do Executivo desabe

Por thiago.antunes

Rio - Um governo sem credibilidade não pode apostar em Medida Provisória para mudar as regras da previdência. Essa é a opinião do presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros, Técio Lins e Silva.

Técio Lins e Silva%2C presidente do Instituto dos Advogados BrasileirosDivulgação

O jurista lembra que com as investigações da Lava Jato direcionados para o presidente Michel Temer por corrupção, a tendência é a de que o apoio político do comandante do Executivo desabe. 

Com a palavra - Técio Lins e Silva, presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros

A mudança no Ministério da Justiça afeta o rumo da Lava Jato?

Isso é bobagem. Agora, passaremos a ter um ministro da Justiça, um advogado. Alguém que conhece o Executivo e vai fazer a interface com o Judiciário.

O pedido de impeachment da OAB contra Temer vai entrar na pauta da Câmara?

Só se o presidente da Casa, Rodrigo Maia, do DEM, se divorciar da mulher, filha do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco. Não há remédio contra isso.

O Temer ainda está forte politicamente?

Uma escrivã de polícia liga para o Palácio para marcar hora para ouvir o presidente que é investigado. É desmoralização com reflexo no Congresso e pode haver debandada.

O que o senhor acha da MP da Previdência?

Inoportuna. Um poder sem credibilidade não pode impor mudanças que deixarão feridas na máquina administrativa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia