Por lais.gomes

Na última quarta-feira, quem chegava à portaria 3 do Projac levava um susto. Colado ao muro havia um ‘trabalho’ de macumba com champanhe, prato de barro, maquiagem, esmaltes, brincos e um buquê de rosas vermelhas.

Você pode gostar