Eva, Ana Clara, Ayrton e Jorge, da família Lima, no 'BBB' - Divulgação/TV Globo
Eva, Ana Clara, Ayrton e Jorge, da família Lima, no 'BBB'Divulgação/TV Globo
Por

A 'Família Lima', primeira a ser confinada no Big Brother Brasil, quer processar todos os veículos de imprensa e personalidades influentes que acusaram Ayrton Lima (o pai) de pedofilia na internet. Para quem não lembra, o selinho do pai na filha, Ana Clara, junto com outros vídeos editados, passaram a circular na internet com uma conotação negativa. Especularam que Ayrton era pedófilo e fizeram uma petição para que eles fossem excluídos nas redes sociais. Alguns ex-BBBs e digitais influencers encabeçaram o movimento.

No último domingo Eva e Jorge saíram o programa por escolha do público. Antes mesmo deles deixarem os estúdios, um personagem influente no programa e na TV Globo, teria dito a Eva que a família ganharia muito mais processando os difamadores do que ficando três meses no reality. Desde então, a família está reunindo provas e vai buscar por Justiça.

Você pode gostar
Comentários