Por

Entretanto, para que o prazo seja respeitado, esclareceu que os deputados e senadores precisam chegar a consenso sobre o pagamento dos passivos pela União. Atualmente, a governo já ressarce os estados, entretanto, não são regulamentados, provocando defasagem entre o montante de isenção do imposto e a compensação recebida.

Você pode gostar
Comentários