Anvisa informou neste sábado que suspendeu o prazo para analisar o pedido de uso emergencial da  Sputnik V
Anvisa informou neste sábado que suspendeu o prazo para analisar o pedido de uso emergencial da Sputnik VAFP
Por IG Saúde
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou neste sábado (27) que suspendeu o prazo para analisar o pedido de uso emergencial da vacina contra a Covid-19 Sputnik V, da Rússia. A decisão aconteceu por falta de parte dos documentos exigidos para a análise.
Publicidade
Segundo a Anvisa, uma triagem inicial foi feita e apontou que falta parte dos documentos exigidos, como especificações de qualidade e informações do tempo médio de acompanhamento dos pacientes que fizeram parte dos estudos. Com isso, o prazo inicial de sete dias úteis para a liberação do imunizante está suspenso até que a documentação seja regularizada.

Dados do painel da Anvisa deste sábado apontam que 62% dos documentos referentes à Sputnik V estão em análise, 18,2% precisam ser complementados e 18,7% não foram entregues.