Porte de armas será proibido dentro da Alerj

Projeto de resolução que será autorizado pela Mesa Diretora impede deputados e servidores de andarem armados

Por CÁSSIO BRUNO

Plenário da Alerj
Plenário da Alerj -

Rio - Já está na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) um projeto de resolução que proíbe o porte de armas no interior dos prédios da Casa, bem como no plenário e áreas próximas. Caso haja suspeita de que algum deputado ou servidor esteja armado, os seguranças estarão autorizados a revistá-los e desarmá-los. Além disso, será aberto um processo no Conselho de Ética.

O autor é o deputado Dionísio Lins (PP). A proposta foi aprovada em todas as discussões. A expectativa é que entre em vigor nas próximas semanas. "A finalidade é manter apenas os debates e discussões dos problemas do Estado", ressalta Dionísio Lins. A Mesa acatará.

Um dos palcos do Natal Imperial de Petrópolis 2018 custou R$ 327 mil - Divulgação

Gastos com natal em Petrópolis viram polêmica

Artistas locais e vereadores de oposição discutem abrir uma CPI para investigar gastos com o Natal Imperial 2018, organizado pela prefeitura de Petrópolis. Foram gastos R$3,9 milhões (R$ 2,4 milhões via Lei Rouanet) para 52 dias de evento. A suspeita é de superfaturamento. Um palco de 20 metros, por exemplo, custou R$327 mil. Em nota, a prefeitura disse apenas que a festa atrairá mais de 330 mil pessoas e renderá mais de R$ 220 milhões.

Flagra no avião

O deputado federal eleito Wladimir Garotinho (PRP) foi flagrado quinta-feira passada numa conversa telefônica com o deputado estadual Flávio Serafini (PSOL). O filho do ex-governador estava dentro de um avião da Latam (Brasília/Rio).

Apelou

Wladimir tentava convencer Serafini a fazer com que o PSOL retirasse o pedido de cassação do seu mandato por compra de votos, conforme a coluna revelou no sábado.

Debandada

Se vingar a ideia de Paulo Hartung, governador do Espírito Santo, em criar um novo partido de centro, é certíssima a debandada de deputados do Rio por causa das denúncias de corrupção que atingiram legendas tradicionais.

Sob nova direção

Dificilmente Pastor Everaldo, presidente do PSC, manterá o controle do partido. O governador eleito Wilson Witzel já avisou que não abre mão de comandar a sigla.

Segue...

Witzel quer ampliar os quadros do PSC com novas lideranças e influenciar na disputa das prefeituras, em 2020.

Cinema

O Procon Carioca multou 36 cinemas numa operação que verificou o cumprimento da Lei da Meia-Entrada. Total: R$ 706 mil.

Galeria de Fotos

Plenário da Alerj Octacílio Barbosa
Um dos palcos do Natal Imperial de Petrópolis 2018 custou R$ 327 mil Divulgação

Comentários