POLITICA - Na foto o pre candidato a Prefeitura do Rio, Fred Luz - Partido Novo. Foto: Daniel Castelo Branco / Agencia O Dia - Daniel Castelo Branco
POLITICA - Na foto o pre candidato a Prefeitura do Rio, Fred Luz - Partido Novo. Foto: Daniel Castelo Branco / Agencia O DiaDaniel Castelo Branco
Por O Dia
O candidato do Novo à prefeitura do Rio, Fred Luz, tem reforçado junto ao eleitor sua preocupação com a administração da máquina pública. Em entrevista na live de O Dia, ele voltou ao tema. "A cidade do Rio de Janeiro não foi só no ano passado que teve déficit. Infelizmente, vem de muitos e muitos anos. É um péssimo hábito do administrador público que não quer conter as despesas. O que acontece quando não contém as despesas? Aumenta o endividamento. E com esse endividamento, você paga juros, que não reverte em serviço público de qualidade. E a alternativa tem sido aumentar os impostos. Com a pandemia, essa situação se agrava, porque a expectativa de receita real caiu, e as despesas não foram diminuídas. Então, esse déficit aumentou. Aumenta o endividamento e a dificuldade. O que tem sido feito na cidade do Rio de Janeiro, e não é neste governo que está aqui agora, isso vem de 4, 8, 12 anos, 20 anos, é que não se reduz a despesa. A forma de tentar compensar isso é aumentar imposto, aumentar regulamentação, aumentar complicação para quem empreende e para quem quer investir no Rio de Janeiro. Quem pode, pula fora. E a gente tem visto o Rio de Janeiro perder há anos e anos a importância econômica da cidade, perdendo indústrias, perde empresas da área de ciência e tecnologia, perde turismo, perde eventos, porque cada vez fica uma cidade mais complicada. Então, a receita cai, ninguém corta despesa. Qual o caminho seguinte? O ciclo vicioso. Aumentar imposto, aumentar complicação. E o Rio de Janeiro vai afundando, afundando, afundando. Nós precisamos romper esse ciclo. Dizendo muito mais 'sim' do que 'não' para o empreendedor, para o investidor, principalmente para o pequeno empreendedor. Mas, para fazer isso, precisa primeiro reduzir a despesa. Adequar a despesa para que ela seja menor que a receita".
Fred Luz se comprometeu a não penalizar o bolso do contribuinte. "No Rio de Janeiro, nós temos que ter o comprometimento de não aumentar mais os impostos, nenhuma alíquota de imposto será aumentada. Nós vamos desregulamentar, desburocratizar, para facilitar que pequeno empreendedor, o investidor e as empresas queiram ficar no Rio de Janeiro. Assim, você aumenta a atividade econômica. A despesa está menor e vai gerar mais receita. Tudo volta a girar. Você entra no ciclo virtuoso". 
Publicidade
Clarissa e a Covid-19
Candidata à Prefeitura do Rio, Clarissa Garotinho testou positivo para Covid-19. O resultado do exame saiu na noite de terça (13), mas Clarissa já havia suspendido sua agenda de rua desde a última sexta (9), após surgirem os primeiros sintomas da doença. Ela autorizou divulgar a informação sob argumento que considera importante a "transparência" em respeito ao carioca. 
Publicidade
Aperto na fiscalização
Os serviços de fiscalização da Prefeitura do Rio aceleram o passo. Tem gente que atribui a disposição de multar por estarmos próximos ao período eleitoral. O fato é que a Coordenadoria Especial de Transporte Complementar, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública, realiza regularmente operações para fiscalizar o transporte complementar (de vans e kombis) no entorno da Rodoviária do Rio. E afirma que irá intensificá-las. Ao longo do ano, estas ações na área registraram 206 autuações e 21 remoções - sendo 16 delas, de veículos piratas. A última fiscalização ocorreu na quinta-feira passada (23), e verificou, além das normas administrativas, o cumprimento das regras de ouros contra a Covid-19. Em 2020, em toda a cidade, a CETC autuou 14.965 veículos e removeu outros 774 (com 58 lacres), sendo 237 piratas. 
Publicidade
Ataques de Bolsonaro ao jornalismo
Monitoramento da FENAJ aponta média de um ataque do presidente Jair Bolsonaro por dia à imprensa. Foram 38 agressões diretas a jornalistas profissionais. Apesar de ter aparentado uma "trégua" nos ataques sistemáticos à imprensa e a jornalistas nos últimos meses, o presidente Jair Bolsonaro chegou ao número de 299 declarações ofensivas ao jornalismo, de janeiro a setembro deste ano. O monitoramento é feito pela FENAJ e inclui todas as falas do presidente que vêm a público, incluindo postagens em redes sociais, lives, entrevistas e declarações oficiais. 
Publicidade
Os elefantes no Rio
Os representantes da Comissão permanente da Câmara Municipal e o presidente da Comissão de Direito dos Animais, vereador Luiz Carlos Ramos Filho, fizeram uma vistoria esta semana nas instalações do novo Zoológico do Rio. Eles viram o recinto que será destinado aos elefantes, o andamento das obras de infraestrutura, as áreas de circulação só para os profissionais do Zoo e os projetos das obras cenográficas a serem construídas no local. 
Publicidade
PICADINHO
1º Torneio Brasileiro de Sustentabilidade abre inscrições para que estudantes desenvolvam projetos sobre reciclagem. Inscrições podem ser realizadas até o dia 21 pelo site www.alphalumen.org.br.

Secretaria de Estado de Educação estabelece 22 de dezembro como fim do ano letivo de 2020.

Senac RJ e Sebrae Rio realizam palestra gratuita para fortalecer comércio do estado do Rio. Hoje (15), às 17h, pela plataforma Zoom.