Denunciado, presidente da Cedae nada fez para evitar tragédia em Minas

Segundo Ministério Público Federal, Hélio Cabral era conselheiro da Samarco e sabia dos riscos de rompimento de barragem em Mariana, em 2015

Por CÁSSIO BRUNO

Distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), atingido pelo rompimento de duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco -

Hélio Cabral, novo presidente da Cedae, era conselheiro de administração da Samarco quando houve o rompimento da barragem em Mariana, Minas Gerais, em 2015. Segundo o Ministério Público Federal, ele sabia dos riscos de vazamento de rejeitos de mineração. Mesmo assim, nada fez para evitar a tragédia que matou 19 pessoas, deixou centenas de desabrigados e poluiu o rio Doce.

Hélio e 22 pessoas foram denunciados em 2016. O caso ainda não tem conclusão. "Hélio teve conhecimento e consciência do incremento de situações típicas de riscos não permitidos relacionados aos problemas, falhas ou não conformidades operacionais ocorridos na barragem", diz o MPF.

A reunião

Segundo os procuradores, Hélio recebeu informações sobre a disposição dos rejeitos da Samarco na barragem de Fundão numa reunião realizada em 4 de abril de 2013 com outros conselheiros.

Meia-entrada

Foi promulgada a Lei nº 6.482/19, de autoria do vereador Célio Lupparelli (DEM), que estende aos professores da rede particular, da creche ao ensino médio, o direito à meia-entrada nos eventos culturais patrocinados, ainda que em parte, pela Prefeitura do Rio.

Depois da vitória...

A Prefeitura de Niterói vai apurar a situação da organização social Viva Rio, que venceu o chamamento público para cuidar da gestão dos Espaços Nova Geração (ENGs). Descobriu-se que a instituição teve o contrato encerrado na capital para gestão no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari. Motivo: indícios de irregularidades na aplicação de recursos públicos.

Exonerado

A Coluna revelou no último dia 11 que Flávio Carneiro Guedes Alcoforado era ligado ao ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) e nem isso o impediu de ser nomeado pelo novo governo como subsecretário de gestão na área da Saúde.

Segue...

Wilson Witzel (PSC) anunciou a exoneração. É que Flávio foi denunciado por fraude em licitação na gestão de... Paes. Era ele quem cuidava do caixa da rede municipal de saúde do ex-prefeito.

Lava Jato

Advogados do Rio fazem até bolão para ver quem acerta os membros do Judiciário que aparecem na delação premiada de Leo Pinheiro, ex-presidente da OAS.

A reeleição de Maia

O governador Witzel está chamando a bancada federal eleita para reunião nesta sexta-feira, no Palácio das Laranjeiras. Na pauta, "assuntos de interesse do estado". Articulador do encontro, o deputado Hugo Leal (PSD) reforça o convite com um segundo item: a reeleição de Rodrigo Maia à presidência da Câmara. Encontros semelhantes foram feitos esta semana no Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.

Ainda Japeri

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) esclarece que as contas de 2017 do prefeito de Japeri, Carlos Moraes (PP), ainda serão julgadas.

Na verdade...

O documento citado na Coluna nesta quarta-feira mostra que o TCE-RJ encontrou, sim, irregularidades. Mas não se trata de parecer prévio contrário às contas. O processo está sendo analisado.

 

Comentários