Pastor Everaldo, o todo-poderoso do governo Wilson Witzel

Presidente nacional do PSC, o religioso da Assembleia de Deus tem influência na administração estadual, como Cedae, na Saúde e Detran. Nas últimas eleições, ele perdeu para o Senado

Por CÁSSIO BRUNO

Pastor Everaldo em ato de campanha, em 2018
Pastor Everaldo em ato de campanha, em 2018 -

Derrotado para o Senado nas eleições do ano passado, Everaldo Dias Pereira, o Pastor Everaldo, da Assembleia de Deus, é o todo-poderoso no governo Wilson Witzel. O presidente nacional do PSC, partido do governador, não fez indicações apenas na Cedae. Ele tem influência, por exemplo, na Saúde e no Detran, o filé mignon da administração estadual.

No passado, Everaldo operava em parceria com o ex-deputado Eduardo Cunha (MDB), preso pela Lava Jato, na gestão do ex-governador Anthony Garotinho (PRP). Foi citado em delação premiada por suspeita de receber R$ 6 milhões para favorecer Aécio Neves (PSDB) em debates quando ambos eram candidatos à Presidência, em 2014. Ele sempre negou.

De volta às boas

Na campanha, Witzel e Pastor Everaldo tiveram um desentendimento. À época, com 4% nas pesquisas, o governador desconfiou de que o PSC embarcaria no time de Eduardo Paes (DEM). Mas eles fizeram as pazes.

Ainda a Cedae

A estação de tratamento do Guandu, em Nova Iguaçu, está com problemas há alguns dias, o que tem prejudicado o abastecimento na Baixada Fluminense e na Zona Oeste.

Segue...

Carlos Henrique Braz, novo diretor- técnico e do Interior da empresa, foi escalado para resolver. O pai de Braz é obreiro na igreja de Pastor Everaldo.

Por quê?

O novo diretor de Saneamento e Grande Operação da Cedae, Alexandre Bianchini, deixou a iniciativa privada para ganhar bem menos na companhia. Na audiência pública de amanhã sobre as demissões, os deputados perguntarão ao presidente Helio Cabral.

A conferir

Um deputado recomendará em seu relatório a prisão de dois presidentes de concessionárias de serviços públicos.

É que...

O tal parlamentar é presidente de comissão na Alerj e tem passado um pente-fino nas empresas.

Insegurança

Os suplentes dos deputados presos tomarão posse, na Alerj, na próxima terça-feira. Mas um deles tem confidenciado indecisão: o vereador Carlo Caiado (DEM).

O motivo

Caiado teme nem esquentar a cadeira e o titular do mandato, André Corrêa (DEM), seja solto.

A novela continua

As obras do prédio conhecido como Banerjão, na Rua da Ajuda, no Centro, estão atrasadas. É para lá que vão os gabinetes dos deputados. O atual prédio, na Praça XV, tem infraestrutura preocupante.

Você sabia?

O deputado Marcelo Cabeleireiro (Democracia Cristã), na verdade, é... advogado! Tem OAB desde 2013. Manteve a profissão de cortar cabelo no mome por ser mais conhecido entre eleitores de Barra Mansa, sua base.

No calor

O sistema de ar-condicionado do Centro Administrativo São Sebastião (CASS), sede da Prefeitura do Rio, parou.

Homenagem

O ciclista e empresário Artur Vinícius Salles, morto atropelado na semana passada, na Barra, dará nome a uma unidade básica de saúde em Duque de Caxias. Será inaugurada amanhã.

Comentários