MDB quer saída de filho de Picciani e lançar promotor à Prefeitura do Rio

Condenações de antigos líderes do partido na última semana deixaram situação do presidente da legenda, Leonardo Picciani, insustentável. Filiados já pensam nas eleições municipais de 2020

Por CÁSSIO BRUNO

Leonardo Picciani
Leonardo Picciani -

As condenações dos antigos líderes do MDB do Rio na Lava Jato na última semana foram a gota d'água para filiados do partidos defenderem a renovação da direção estadual. O afastamento imediato do presidente da legenda, Leonardo Picciani, e de outros membros da Executiva passou a ser questão de sobrevivência política.

Um debandada não está descartada caso o filho do ex-presidente da Alerj Jorge Picciani permaneça. Setores do MDB defendem, inclusive, lançar candidatura própria à Prefeitura do Rio em 2020 apesar da tsunami de casos de corrupção provocada pelo ex-governador Sérgio Cabral e seus comparsas da quadrilha criminosa.

Segue...

A ideia dos emedebistas é lançar um nome que, por questões óbvias, não seja parlamentar. Mas, sim, um ficha-limpa. Cogita-se, veja só, um promotor que atuou em operações contra corrupção. O convite já foi feito.

É dado como certo

Apesar de Marcelo Crivella (PRB) já ter alinhado o discurso de reeleição, como saiu aqui ontem, vereadores não falam em "se houver o impeachment". Tratam o assunto como "quando será" o afastamento do prefeito.

Dudu de camarote

O ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) observa de perto a briga de Crivella com a Câmara. Nas redes sociais, porém, ignora o assunto. Ele nega, mas deve concorrer em 2020. Se a Lava Jato não atrapalhar.

Aliás...

Apesar da derrota para Wilson Witzel (PSC), Paes virou os votos no segundo turno e venceu na capital.

Virou novela

Suplente do DEM, Milton Rangel diz por aí que Carlo Caiado não abrirá mão da estrutura da primeira secretaria da Câmara para assumir como deputado no lugar de André Corrêa, que está preso.

Cantando vitória

Rangel afirma para sua turma da Imprensa Oficial que será parlamentar.

Sinal vermelho

A PM determinou que policiais de UPPs não participem mais de operações de trânsito. A determinação foi dada na quinta.

É que...

Segundo a Superintendência Operacional da Coordenadoria de Polícia Pacificadora, as ações só ocorrerão para revistas em busca de drogas e armas.

Mas...

O deputado Rodrigo Amorim (PSL) vai propor à PM que os policiais foquem no combate a crimes e deixem a blitz para agentes do Detran Seguro.

Um deserto

Com a demissão em massa na Cedae, não sobrou praticamente ninguém na assessoria de Suprimentos e Logística da empresa, ligada ao presidente Helio Cabral e que movimenta muito dinheiro em contratos.

Substitutos

Alguns poucos contratados para o setor têm apelido na Cedae de ETs.

Milhões com viagens

A Câmara de Nilópolis gastou R$ 6,8 milhões em diárias para vereadores e servidores da Casa participarem de eventos fora do estado entre 2016 e 2018.

A cobrança

O TCE-RJ quer explicações do presidente da Câmara, Jorge Henrique Nunes, o Dedinho (SD).

Comentários