Presidente da Cedae foi nomeado mesmo investigado pela estatal

Segundo parecer da área jurídica, Helio Cabral é suspeito de beneficiar duas empresas de segurança; assessoria nega

Por CÁSSIO BRUNO

O governador do Rio, Wilson Witzel (à esquerda), com o presidente da Cedae, Helio Cabral
O governador do Rio, Wilson Witzel (à esquerda), com o presidente da Cedae, Helio Cabral -
O presidente da Cedae, Helio Cabral, foi investigado pela própria companhia por suspeita de beneficiar empresas de segurança sem licitação: a Magna Vigilância e Segurança Patrimonial e a Angel’s Segurança e Vigilância Ltda. O parecer da diretoria jurídica concluiu que Cabral atrasou as concorrências públicas por quatro vezes seguidas, totalizando R$ 36,1 milhões em contratos de emergência, quando era diretor financeiro. Em dezembro, a sindicância pediu para o Conselho Administrativo tomar providências. Mesmo assim, no mês seguinte, Cabral foi nomeado pelo governador Wilson Witzel (PSC) para comandar a estatal.
SINDICÂNCIA ASSINADA POR PROCURADOR
O documento, de 16 páginas, foi assinado pelo procurador-geral Rafael Rolim, então assessorchefe jurídico da Cedae. No texto, ele diz que “a remodelarem (do edital de licitação) proposta pelo diretor financeiro (Helio Cabral) foi o principal gerador do atraso na condução da fase interna dos procedimentos licitatórios, dando origem às dispensas emergenciais”. Os sócios da Magna são Rafael Rodrigues dos Santos e Marcelo Nascimento Andrade. E, da Angel’s, Cesar Ferreira da Silva Júnior e José Mariano Guterres.
GOVERNO: CABRAL PASSOU PELOS REQUISITOS
Em nota, a Cedae diz não haver “qualquer menção ao então diretor Helio Cabral”. Ele, porém, é citado seis vezes. A empresa ressaltou que, enquanto o TCE-RJ analisava o caso, “houve necessidade de contratar os serviços”. O governo reforçou que Cabral passou pelos requisitos e aprovado pelo Comitê de Elegibilidade. Os donos das empresas não foram localizados. Cabral foi denunciado também pelas mortes no rompimento da barragem em Mariana, em 2015, quando trabalhava na Samarco.
VAI TER ASFALTO PARA TODO MUNDO
O vice-governador Cláudio Castro (PSC) disse ontem, no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Baixada Fluminense, na Alerj, que iniciará este mês um programa de recapeamento asfáltico nas ruas da região. Já o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, anunciou a construção de um hospital. Traduzindo: não vão deixar a turma, boa parte candidatos a prefeito, desamparada em suas campanhas.
BEM QUE TENTOU, MAS... NÃO DEU
O PP quis incluir na estrutura da Secretaria municipal de Meio Ambiente a Fundação Parques e Jardins e a RioZoo. Mas o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), não cedeu. O deputado Dionísio Lins ficou insatisfeito.
OS CANHÕES ELEITORAIS
A Fundação Parques e Jardins faz, por exemplo, a manutenção de praças e a RioZoo tem mais de 50 cargos. Os dois órgãos são canhões eleitorais. O PP, aliás, também está no governo Witzel com a Secretaria de Trasportes.
SEM FISCALIZAR AS CALÇADAS
Sabe quantas multas a prefeitura aplicou por má conservação das calçadas de janeiro de 2017 a abril deste ano? Só três! Apenas duas foram pagas: total R$ 802,52. O responsável pela manutenção é o dono do imóvel.
ESTRANHOS NO NINHO NO COPA
Tem gente chiando que participou do projeto e não foi convidado para o jantar de hoje, no Copacabana Palace, com Witzel e Crivella, para falar do autódromo de Deodoro. Mas haverá comitiva de deputados do... PSL!
PICADINHO
O Bangu Shopping recebe sessão de cinema exclusiva para crianças com Transtorno do Espectro do Autismo. Amanhã, às 11h.
Na quarta-feira, acontece o ‘Cinetrilha’ no Centro Cultural da Uerj. Evento aberto e gratuito.
A abertura da exposição ‘O Rio dos Navegantes’ será dia 25, no Museu de Arte do Rio. De graça.
SOBE
JOGADORA DA SELEÇÃO
Convocada ontem, Formiga se torna a atleta de futebol com mais participações em Mundiais, entre homens e mulheres.
DESCE
ANÍSIO DA BEIJA-FLOR
Contraventor foi condenado por corrupção ativa e formação de quadrilha com pena fixada em 23 anos e 29 dias.

Comentários