Após eleição, cabo eleitoral de Wilson Witzel passa a trabalhar na Cedae

Nas redes sociais, Marcos Rodrigues de Castro postou diversas fotos com o governador, durante a campanha. A empresa alega que ele integra os quadros de uma terceirizada que presta serviço para a estatal

Por Maria Luisa de Melo

Ex-cabo eleitoral, Marcos Rodrigues de Castro fez selfie com o governador Wilson Witzel
Ex-cabo eleitoral, Marcos Rodrigues de Castro fez selfie com o governador Wilson Witzel -
A crise da nova gestão da Cedae, sob a batuta do presidente Hélio Cabral, ganhou um novo capítulo. Depois das demissões de 54 funcionários, em março, prestadores de serviço denunciam a entrada de cabos eleitorais de Wilson Witzel para compor a equipe administrativa, através de empresas terceirizadas. É o caso de Marcos Rodrigues de Castro. O morador de Duque de Caxias suou a camisa durante a campanha, no ano passado. Bandeirou e abordou eleitores em agendas por todo o estado, incluindo as populosas praças da Central do Brasil e da Feira de São Cristóvão. Depois, foi empregado no terceiro andar do prédio-sede da empresa, na Avenida Presidente Vargas. No Facebook de Marcos não faltam fotos com o governador. Marcos transmitia a agenda de campanha de Witzel quase em tempo real. Nas imagens, aparece coladinho e orgulhoso também ao lado da hoje primeira-dama do estado, Helena Witzel. Procurada, a Cedae alegou apenas que Marcos de Castro cumpre suas funções como funcionário de uma terceirizada.
HÉLIO CABRAL NÃO PRESTA INFORMAÇÕES
Depois das 54 demissões em março (a maior parte de engenheiros com 40 anos de carreira na estatal), a Alerj realizou uma audiência pública. Na ocasião, contam deputados, o presidente da empresa, Hélio Cabral, se comprometeu a prestar informações sobre o impacto das dispensas. Mas, até agora, nada! Ontem, em plenário, o presidente da Comissão de Saneamento, Gustavo Schmidt (PSL) cobrou. "Passados 60 dias, não protocolou e já vai pedir mais 60", disse. A empresa alega que "responderá dentro do prazo". 

UM BEIJO E MUITAS CRÍTICAS NAS REDES
A foto de um beijo entre o deputado federal David Miranda (Psol) e o jornalista Glenn Greenwald, na Câmara dos Deputados, está dando o que falar. Após postar a imagem, a deputada estadual Mônica Francisco (PSol) recebeu muitas críticas. "Não me acrescenta em nada isso aí! Só me leva pras Escrituras Sagradas, que a Volta de Cristo se aproxima!", comentou uma internauta. "O que vocês estão vendo de lindo aí, isso é uma miséria", disse outro.
SEM DESTEMPERO, COMPANHEIROS
O clima esquentou, ontem, no plenário da Alerj, entre os deputados Luiz Paulo (PSDB) e Alexandre Freitas (Novo). A discussão era sobre as alterações no projeto que obriga os condomínios a terem profissionais de Educação Física.
PL SOBRE ACADEMIAS DOS CONDOMÍNIOS
Após perder uma votação, Freitas se irritou: "Essa casa tá fazendo vergonha". Luiz Paulo retrucou: "Quem faz vergonha é o senhor, que não aceita perder no voto". Após todo o bate boca, a proposta acabou arquivada. Calma, gente!
PSOL TRUPICA, MAS NÃO CAI
A deputada Dani Monteiro (PSOL) se desequilibrou no plenário e foi amparada justamente por Rodrigo Amorim (PSL). Foi ele também que, segundo as línguas do Tiradentes, chamou a atenção de Alana Passos. Mesmo em plenário, ela não votou, na quarta.
QUEIMADOS PEGA FOGO ATÉ NAS REDES
Após postar a foto de uma visita às obras da maternidade de Queimados, Alana Passos (PSL) diz que teve seu Facebook bloqueado. Há grande disputa pelos dividendos políticos da obra, a principal da cidade.
PICADINHO:
- A Comissão de Minas e Energia da Alerj realiza audiência pública sobre verticalização do setor de combustível e redução do ICMS do etanol.
- Amanhã, o Projeto Novo Olhar realiza exames de vista em Engenheiro Paulo de Frontin, 10h, na Quadra Municipal do Morro Azul.
- De 10 a 14 de julho, a Fevest (Feira de Moda Íntima, Praia, Fitness e Matéria-prima) chega à 29ª edição. No Country Clube, em Nova Friburgo.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários