Após sair do partido de Crivella, Messina rompe de vez com a Prefeitura

O vereador havia deixado a Casa Civil para tentar realinhar a base do governo na Câmara durante o processo de impeachment. Mas, após o fim do processo, alega que não retornará por não concordar com o comprometimento do orçamento

Por O Dia

Ex-secretário da Casa Civil do Rio, vereador Paulo Messina
Ex-secretário da Casa Civil do Rio, vereador Paulo Messina -
Depois de deixar o PRB de Crivella e se filiar ao PRTB, o vereador Paulo Messina decidiu romper, de vez, com a gestão municipal. Em vídeo publicado na manhã desta sexta-feira (28), Messina confirmou o rompimento. A saída não era novidade para o prefeito, que foi oficialmente informado da decisão em uma carta entregue pelo atual secretário da Casa Civil, Felipe Ramalho, no Palácio da Cidade.
No vídeo, Messina orientou os servidores que indicou para deixar seus cargos à disposição. É o caso de Felipe Ramalho. Na gravação, Messina voltou a alertar sobre o grave risco de desequilíbrio fiscal da Prefeitura.  
"Já me manifestei diretamente e publicamente ao prefeito sobre o real dessas iniciativas trazerem novamente o desequilíbrio fiscal de 2018. Já é claro pra mim que a Prefeitura continua numa trajetória que acabará por desequilibrar as contas e trazer uma nova crise financeira. Diante dessa tendência (...), faço a minha escolha de encerrar minha missão dentro do governo Marcelo Crivella", disse.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários