PSL protocola ação contra Glauber Braga por chamar Moro de ladrão

Representação contra deputado do Psol está no Conselho de Ética da Câmara

Por Cássio Bruno e Maria Vitória Santos*

O deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ). Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
O deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ). Pablo Valadares/Câmara dos Deputados -
O PSL protocolou ação contra o deputado Glauber Braga (Psol) no Conselho de Ética da Câmara. O motivo é porque o parlamentar chamou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de "ladrão" em audiência no último dia 2.
“A representação do PSL é uma resposta para essas pessoas que julgam que podem falar o que quiser, ofendendo autoridades do Governo e julgando-se acima do bem e do mal. Como não têm conteúdo, partem para ataques baixos e sujos para agradar seu eleitorado e ganhar curtidas. Quer lacrar? Beleza, mas vai ter resposta à altura da gravidade de sua lacração”, afirma o vice-líder do governo na Câmara, deputado Carlos Jordy (PSL-RJ).
Glauber Braga respondeu:
"Se a representação for admitida, vou procurar utilizar todos os meios de prova, incluindo as oito testemunhas que eu tenho direito, para demonstrar que Sergio Moro é um juiz ladrão. Eu não retiro uma palavra do que eu falei". 
 
*Estagiária.

Comentários