O plano do PTB de Roberto Jefferson à Prefeitura do Rio em 2020

Partido comandado por ex-deputado federal preso no escândalo do mensalão estuda lançar candidato

Por CÁSSIO BRUNO

Cristiane Brasil e Roberto Jefferson
Cristiane Brasil e Roberto Jefferson -
RIO - O PTB estuda lançar candidatura própria a prefeito do Rio. O partido do ex-deputado federal Roberto Jefferson ainda não fechou acordo para apoiar a campanha de reeleição do prefeito Marcelo Crivella (PRB). Os dois, além de Cristiane Brasil, também ex-deputada, almoçaram recentemente e não houve consenso. Para piorar, dois dos três vereadores da legenda (Zico, ligado ao secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, e Rocal), que não seguem mais as orientações da sigla, vão sair. Ficará Marcelo Arar, fiel a Crivella. O PTB tem três nomes para disputar a sucessão. Mas não são os de Jefferson e nem da filha Cristiane.

SEMPRE ALIADOS COM A TURMA DE CABRAL

Na história recente, o PTB é conhecido por sempre compor aliança com candidatos a reais chances de vitória para governo e prefeitura. Foi assim com Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão, ambos do MDB, e Eduardo Paes (DEM), por exemplo. Em troca, a legenda comanda secretarias e ganha cargos. Desta vez, com o fim das coligações proporcionais, partidos tendem a lançar candidaturas próprias para puxarem votos a quem concorrerá a vereador. “A meta é eleger ao menos três vereadores”, diz Cristiane Brasil, presidente municipal do PTB.

PRISÕES QUE ABALARAM OS PETEBISTAS

O PTB sofreu dois baques. Primeiro, com a prisão do chefe Roberto Jefferson, que denunciou o mensalão, foi condenado e parou na cadeia. No ano passado, o exgenro de Jefferson, ex-deputado estadual Marcus Vinícius Neskau, seguiu para Bangu 8 com outros colegas da Alerj após a Operação Furna da Onça, braço da Lava Jato no Rio. “Sobre este assunto eu não falo”, afirmou Cristiane Brasil. Neskau era presidente estadual do PTB e fazia parte do feudo da família que manda no partido no Brasil.

DONO DE POSTOS INDICADO AO IPEM-RJ

O Solidariedade negocia a indicação do ex-deputado federal Alexandre Valle para presidente do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-RJ), órgão do governo do estado responsável por fazer aferição em táxis e equipamentos, como bombas de postos de gasolina, entre outros. Só que... Valle é justamente dono de postos de combustíveis na Baixada e na Região Serrana. O padrinho é o deputado estadual Rodrigo Bacelar.

IMAGINA A TURMA NA CAMPANHA

Os tucanos da época de Marcelo Alencar ainda não engoliram o novo presidente estadual do PSDB, Paulo Marinho. Ex-vice-governador, o deputado Luiz Paulo é um dos que não querem o ver nem pintado.

‘É O PROJETO ZERO A ZERO’

Na Alerj, Luiz Paulo chamou Marinho de “pseudopresidente” pela intervenção do PSDB paulista no Rio. Sobre Mariana Ribas, pré-candidata à prefeitura, disparou: “É o projeto Zero a Zero. Zero prefeito e Zero vereador”.

PERGUNTAR NÃO OFENDE NINGUÉM

Mistério no ar: por que a Prefeitura do Rio ainda não divulgou informações sobre os 426 templos religiosos que receberam isenção de pagamento de IPTU nos dois primeiros anos da gestão Crivella?

FALTA DE TRANSPARÊNCIA

A Constituição, claro, prevê isenção do imposto. Mas... o Portal da Transparência do município não tem a relação dos templos beneficiados. “Vou denunciar ao Ministério Público”, diz o vereador Átila A. Nunes (MDB).

2022 É LOGO ALI

Dia 24, data dos 65 anos da morte de Getúlio Vargas, Ciro Gomes (PDT), candidato derrotado a presidente, faz balanço sobre reforma da Previdência e governo, na Mangueira.

PICADINHO

A Orquestra Cesgranrio faz show gratuito nas comemorações da Semana de Nossa Senhora da Glória, promovida pelo provedor do Outeiro, Carlos Alberto Serpa. Hoje, 20h.

O Shopping Jardim Guadalupe promove hoje, 17h, show especial de Dia dos Pais com os grupos Alô Som, Nascente e Balacobaco.

Terça, 20h, haverá bate-papo com a psicóloga Flavia Pitella, após a peça ‘Renega teu pai recusa teu nome’, no Teatro Cândido Mendes.

DESCE

JOÃO DE DEUS

A Justiça negou mais um pedido de prisão domiciliar da defesa. Ele é réu em nove processos, cinco por crimes sexuais.

DESCE

DOLEIRA CONDENADA

Nelma Kodama foi repreendida pela Justiça após publica vídeo ensinando a retirar a tornozeleira eletrônica.

Comentários