Mais Lidas

Deputados do PSL fazem força-tarefa para secretária ficar no governo Witzel

Major Fabiana está com problema familiar e conversará com o senador Flavio Bolsonaro

Por CÁSSIO BRUNO

Major Fabiana: problema familiar a impede de ficar em Brasília
Major Fabiana: problema familiar a impede de ficar em Brasília -
RIO - Deputados estaduais e federais do PSL fazem força-tarefa para que a Major Fabiana, secretária estadual de Vitimização e Amparo a Pessoas com Deficiência, continue no cargo. Eleita deputada federal, ela passa por um grave problema familiar que a impede de viajar para Brasília e ficar ausente do Rio três dias por semana para cumprir o mandato na Câmara. O senador Flavio Bolsonaro, que determinou a saída da legenda do governo Wilson Witzel (PSC), se sensibilizou. Na próxima semana, quando retornar da China, o filho do presidente e Fabiana vão conversar. É provável a permanência da major da PM no comando da pasta.

NENHUM CARGO FOI ENTREGUE AINDA

Com isso, o PSL, em princípio, continuará no primeiro escalão da gestão Witzel. Ainda filiado ao partido dos Bolsonaro, Leandro Rodrigues, secretário de Ciência e Tecnologia, também quer ficar no cargo. Mas, neste caso, só mesmo se deixar o PSL. Ele deve embarcar no PSC de Witzel. Por enquanto, nenhum deputado entregou os cargos como determinou Flavio. Wizel diz ser candidato a presidente, em 2022. Nos bastidores, a ideia é expulsar do PSL o parlamentar que não cumprir, como revelou a Coluna na última quarta-feira.

DE AGENTE PARA A CÚPULA DO DETRAN

Entre os cargos do deputado Rodrigo Amorim no governo, um abriga Luciana Tamburini. Servidora há 11 anos no Detran, ela é filiada ao PSL. Ficou conhecida quando era apenas uma agente ao ser condenada a indenizar um juiz abordado numa blitz da Lei Seca. Luciana é a nova coordenadora-geral de Educação para o Trânsito no órgão graças ao amigo. Eles negaram a indicação. “Não posso saber onde 140.666 pessoas trabalham”, afirmou o deputado ao ser questionado se ela deixará o posto.

A DIFÍCIL INTERLOCUÇÃO DO SECRETÁRIO

Réu por formação de quadrilha e desvio de recursos públicos no STF, André Moura (PSC), secretário Extraordinário de Representação do Governo do Rio em Brasília, já estava com dificuldades em circular no Congresso e no Planalto. Com o rompimento de Wilson Witzel e Jair Bolsonaro, então, a situação do ex-deputado federal e ex-líder do governo Michel Temer ficou pior.

SECRETARIA NO CARDÁPIO

Witzel almoçou ontem com o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP. Falaram sobre o partido ganhar uma secretaria. Possivelmente a de Agricultura, hoje comandada por Eduardo Lopes, do PRB.

2022 FOI TEMA NO ENCONTRO

Witzel e Ciro conversaram também sobre política nacional. O governador do Rio quer ser candidato a presidente. Participaram do encontro os deputados federais do PP Dr. Luizinho e Christino Áureo.

MESSINA E A ELEIÇÃO 2020

Em 2 de agosto, a Coluna contou que o vereador Paulo Messina (PRTB) quer ser candidato a prefeito do Rio. Pois bem. Ele conversou com o senador Arolde de Oliveira, presidente do PSD, mas tem resistência de filiados.

O RETORNO DOS COZZOLINO

Com o aval do ex-vice-governador Francisco Dornelles, o deputado estadual Renato Cozzolino assinou com o PP para disputar a prefeitura de Magé no ano que vem. O parlamentar foi eleito pelo PRP.

MAIS POLICIAMENTO

O programa Segurança Presente, que será inaugurado hoje em Bangu, é uma indicação legislativa feita, em maio, pelo deputado estadual Thiago Pampolha (PDT).

PICADINHO

Estão abertas as inscrições para o Prêmio MIMO de Música e o Festival MIMO de Cinema. Informações: www.mimofestival.com.

Entre hoje e domingo, o Shopping Grande Rio recebe o primeiro Festival de Vinhos da Baixada.

Zezé Motta e Jonatas Faro estarão domingo, às 14h, no Varal de Poesias, no encerramento do Festival Cesgranrio de Cultura.

DESCE

FERNANDO BEZERRA

A operação Desintegração da PF investiga o senador Fernando Bezerra (MDB-PE) por receber propina de empreiteiras.

DESCE

MILICIANO PRESO

Conhecido como Zé do Rolo, suspeito de ter construído prédios que caíram na Muzema foi encontrado pela polícia.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários