De olho na reeleição, Crivella tenta aliança com PSL de Bolsonaro

Prefeito do Rio pode fechar acordo com deputados do partido e distribuir cargos

Por CÁSSIO BRUNO

Bolsonaro e Crivella
Bolsonaro e Crivella -
RIO - Mesmo sem ainda ter um desfecho concreto da briga da família Bolsonaro com o governador Wilson Witzel (PSC), o prefeito Marcelo Crivella (PRB) já está de olho no apoio do PSL para a eleição de 2020. Para isso, está disposto a oferecer comandos de secretarias e cargos. As negociações são feitas por Rodrigo Bethlem, coordenador da campanha de reeleição de Crivella. Ele tem conversado com parlamentares do PSL. O prefeito, no entanto, esbarra na intenção de Rodrigo Amorim, que também quer ser candidato e teria de abrir mão. O deputado irá a Brasília conversar com o senador Flavio Bolsonaro sobre o assunto.

OBJETIVO É ANULAR CANDIDATURA DE PAES

O problema dos deputados do PSL não é desembarcar do governo como ordenou Flavio Bolsonaro. A dificuldade dos parlamentares é perder os cargos no Palácio Guanabara. Daí a demora para eles deixarem Witzel. Neste caso, Crivella abriria a porteira da prefeitura para abrigar os indicados dos deputados bolsonaristas, como tem feito com vários partidos. A missão da equipe de Crivella é anular a candidatura de Eduardo Paes (DEM), considerado o principal adversário, com o maior número de legendas na aliança do prefeito.

PREFEITO OFERECE ACORDO PARA 2022

Crivella quer fazer com o PSL o mesmo que fez com o PSD, em 2016. Naquele ano, no segundo turno, ele fechou acordo com o ex-deputado Indio da Costa, candidato derrotado. Em troca, criou uma supersecretaria para o então aliado e jurou apoiá-lo para governador, em 2018, o que, no fim, não ocorreu. Desta vez, Crivella articula para o primeiro turno, com a desistência de Rodrigo Amorim. Em contrapartida, pediria votos para o deputado a qualquer cargo que ele quisesse disputar em 2022.

NOS EUA, MAS COM AUDIÊNCIAS NO RIO

Denunciada na Operação Pão Nosso, braço da Lava Jato, Cynthia Benarrós (foto), ex-mulher do empresário Felipe Paiva, conseguiuhabeas corpus que revoga a prisão pedida pelo juiz Marcelo Bretas. Como ela mora nos EUA, estava na lista de procurados da Interpol. Após a decisão, Cynthia pode seguir morando nos Estados Unidos desde que compareça às audiências no Rio. O caso envolve desvio de R$ 23,4 milhões em contratos com a Seap.

DELAÇÃO QUE PÕE MEDO

Um dos assessores parlamentares presos na operação que teve como alvo o casal Garotinho quer fazer delação premiada e contar tudo o que sabe. Promete entregar quem supostamente coordenou o esquema.

TUDO PARA ATRAPALHAR

A decisão deixou um dos integrantes do atual governo desesperado. É que ele trabalhou para o grupo dos ex-governadores. A investigação envolve superfaturamentos em contratos na Prefeitura de Campos.

RECADO A WITZEL DE OLHO EM 2022

João Doria, governador de São Paulo, vem ao Rio, sábado, em evento do PSDB, para lançamento de pré-candidaturas a prefeituras. No vídeo que convida tucanos, diz saber da urgência para “reverter o caos” no estado.

SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO?

Dionísio Lins, deputado do PP, veja só, apresentou um projeto de resolução para pôr placas de bronze, com identificação da Alerj, nos carros dos parlamentares. Aliás, em 2016, ele foi contra o fim dos veículos oficiais.

INDIRETA PARA QUEM?

A deputada Alana Passos (PSL) fez feio ontem na Alerj. Ela foi flagrada pelo cinegrafista da TV Globo, atrás do repórter, com o dedo na boca em gesto para vomitar.

PICADINHO

Christovam de Chevalier lança ‘Marulhos, outros barulhos e alguns silêncios’, amanhã, às 19h, no Cariocando.

Fábrica de Startups oferece, também amanhã, no Porto Maravilha, palestra gratuita sobre tecnologia e o futuro jurídico.

A Ex-Libris Editora convida para o lançamento hoje do livro ‘Os cinco dedos de Tikal’, de Jayme Brener, na Travessa de Botafogo, às 19h.

DESCE

MÁRCIO CANELLA

Deputado do MDB pediu vistas e adiou a votação das contas do ex-governador Pezão na Comissão de Orçamento.

DESCE

SIRO DARLAN

O desembargador do TJ-RJ foi alvo da Operação Plantão da PF que investiga vendas de sentenças na Justiça do Rio.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários