Lula solto, mas sem esquerda unida à Prefeitura do Rio em 2020

Após liberdade de ex-presidente, PT ensaia lançar Benedita da Silva à sucessão de Crivella. PDT, PCdoB e PSB mantêm candidaturas próprias

Por CÁSSIO BRUNO

Gleisi Hoffmann (de pé) ao lado de Benedita e integrantes do PT em reunião ontem no Rio
Gleisi Hoffmann (de pé) ao lado de Benedita e integrantes do PT em reunião ontem no Rio -

A liberdade de Lula não será a garantia da união de partidos de esquerda à Prefeitura do Rio. Mesmo após o ex-presidente sinalizar apoio público ao deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) em seu discurso no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, no fim de semana, a cúpula do PT se reuniu ontem no Rio e defendeu a candidatura da ex-governadora Benedita da Silva. Na avaliação dos petistas presentes, entre eles a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, Benedita seria a que mais representa o lulismo. Gilberto Carvalho, ex-ministro do governo Lula, também participou do encontro.

No sábado, Lula citou Freixo seis vezes no microfone. O parlamentar, que deverá disputar as prévias do PSOL com o vereador Renato Cinco, fez questão de ficar ao lado do ex-presidente. Nas redes sociais, Freixo publicou fotos com Lula. Antes de o petista ser solto, o acordo era que o PT faria aliança com Freixo na cabeça de chapa e pretendia indicar Benedita como vice. Agora, o acerto pode sofrer revés à sucessão de Crivella.

 

PARTIDOS MANTERÃO AS CANDIDATURAS

- Reprodução/Twitter

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, disse ontem à coluna que a pré-candidata à Prefeitura do Rio ainda é a deputada estadual Martha Rocha mesmo depois da soltura de Lula (na foto ao lado com Freixo, em São Bernardo do Campo). "Lula apoia quem quiser. O Ciro Gomes apoiará a Martha", ressaltou Lupi. O PSB diz que nada muda e o nome do partido continuará sendo o do deputado federal Alessandro Molon. O ex-ministro de Dilma, Brizola Neto, também reafirmou que disputará pelo PCdoB.

 

DEPUTADO MAIS ENFRAQUECIDO NO PSD

- Divulgação

Sob o comando de Gilberto Kassab, o PSD realizou, no sábado, evento de filiação do partido. Quem ficou esvaziado dentro da legenda foi o deputado estadual Jorge Felippe Neto (foto), que sempre defendeu aliança com Crivella. O PSD anunciou que terá candidatura própria. No encontro, o vereador Paulo Messina se filiou. Ele disputará a indicação da sigla com o deputado federal Hugo Leal. Pesquisas vão decidir o nome que concorrerá.

CÂMARA E TCM SERÃO OS ALVOS

Procuradores da Lava Jato já têm em mãos as planilhas do setor de transportes que revelam pagamento de propina a vereadores do Rio. Há operação no horizonte. Ex-parlamentares e até um conselheiro do TCM também estão na mira da força-tarefa.

AÇÃO PODE ATRAPALHAR

O material contra os vereadores faz parte da delação do empresário Lelis Teixeira, ex-presidente Fetranspor, entidade que representa os donos de ônibus. Esses políticos têm planos de disputar a eleição em 2020.

O LOTEAMENTO NO DETRAN

Neste momento, existe uma guerra dentro do Detran por indicações em cargos de diretorias do órgão. A disputa está entre deputados que há dois meses tiveram a promessa de que seus apadrinhados seriam nomeados. E até agora nada.

O GOVERNADOR É CONTRA A ERVA

O ex-deputado federal Eurico Júnior articula candidatura a prefeito em Vassouras pelo PSC de Witzel. Ele, então no PV, foi autor da chamada PEC da Maconha para legalizar a droga, com produção e venda.

BLINDADO EM RISCO.

O único 'caveirão' da PM, em São Gonçalo, circula em péssimas condições. A denúncia foi feita ao deputado Filippe Poubel (PSL), que propôs emenda para comprar outro.

PICADINHO

Amanhã acontece o lançamento da 1ª mostra individual gratuita da artista plástica Wil Catarina, das 10h às 17h, na Sala Leila Diniz.

Lucas Ragazzi e Murilo Rocha debatem hoje, às 11h, na PUC-RJ, o livro 'Brumadinho, a engenharia de um crime'.

Nesta quarta-feira será apresentado espetáculo 'Uma voz pela Liberdade', às 20h, na Casa de Cultura Laura Alvim. Grátis.

SOBE: CLAUDINEY SANTOS

O atleta conquistou a medalha de ouro pelo Brasil no Mundial de Atletismo Paralímpico, em Dubai, nos Emirados Árabes.

 

DESCE: ANDRÉ CECILIANO

Sob a batuta do parlamentar, a Mesa Diretora atrasou os processos destinados ao Conselho de Ética, como revelou O Dia.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Gleisi Hoffmann (de pé) ao lado de Benedita e integrantes do PT em reunião ontem no Rio Divulgação
Vereadores aprovam na Câmara de Vereadores do Rio, em segunda votação, projeto de Lei Complementar que antecipa o fim da concessão da Linha Amarela. Estefan Radovicz

Comentários