Votação para armar a Guarda Municipal retirada de pauta

O autor, Jones Moura (PSD), pediu a retirada de pauta porque teria recebido emendas. Projeto de emenda à lei orgânica municipal requer 34 votos.

Por Gabriela Oliva

O vereador Jones Moura pediu a retirada de pauta do seu projeto para armar a Guarda Municipal
O vereador Jones Moura pediu a retirada de pauta do seu projeto para armar a Guarda Municipal -
A Câmara dos Vereadores do Rio não votou nesta quarta-feira (27) o projeto de lei do vereador Jones Moura (PSD) que prevê armar a guarda municipal. A sessão não teve quórum suficiente para seguir com a votação. 
Jones Moura pediu a retirada de pauta pelo recebimento de emendas parlamentares. Já o vereador do PSOL,  Tarcísio Motta, contestou a veracidade da declaração. O psolista disse que o projeto não vai ser votado por uma articulação política pois o autor do projeto não teria os votos necessários para votar em primeira discussão. 
São necessários 34 votos favoráveis. Em seguida, o projeto de emenda à lei orgânica municipal seria sancionado pelo prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB).

Como mostrou a coluna, o secretário de Ordem Pública, Gutemberg Fonseca, já tem projeto para regulamentar as aulas para os guardas municipais antes de eles serem armados. O programa terá 600 horas e 30 disciplinas. 

A retomada da votação deve acontecer dentro de 15 dias.


Comentários