Mesmo tendo gabinetes, deputados mantém salas externas nas proximidades da Alerj com verba pública

Rodrigo Amorim (PSL) diz que seu escritório é oficial e consta no Portal da Transparência; Mônica Francisco (PSOL) diz que usa o espaço alugado com verba pública para a Comissão de Trabalho, da qual é presidente; e Jorge Felippe (PSD) diz que seu escritório foi desativado.

Por Maria Luisa de Melo

Escritório de apoio de Rodrigo Amorim, na Rua da Assembleia
Escritório de apoio de Rodrigo Amorim, na Rua da Assembleia -

Mesmo cada parlamentar tendo um gabinete inteiro à sua disposição, no prédio anexo da Assembleia Legislativa, está autorizado a alugar, com recursos públicos, escritórios de apoio, uma espécie de extensão do gabinete. Logo que isso foi liberado pela Casa, em abril, parte dos estaduais fluminenses alugou salas em cidades do interior e da Baixada, onde ficam suas bases eleitorais. Mas algumas locações chamam a atenção devido à proximidade com o próprio gabinete do parlamentar. Afinal, se já possui um espaço, por que alugar uma sala quase ao lado? Um dos casos é o de Rodrigo Amorim (PSL), que mantém um escritório a 63 metros da Alerj, ao custo de cerca de R$ 3 mil mensais.

PRÁTICA COMUM ENTRE OS PARLAMENTARES

A assessoria de Amorim informou que seu escritório, na Rua da Assembleia, é oficial e consta no Portal da Transparência. "É usado por uma fração da equipe de gabinete para atendimento e comunicação. Ser perto da Assembleia Legislativa era pré-requisito quando foi alugado, por motivos óbvios", diz trecho de nota.

Jorge Felippe Neto (PSD) também alugava uma sala na mesma rua, com o mesmo custo de R$ 3 mil mensais. Mas alega que o espaço foi desativado.

Outra locação que chama a atenção está no nome de Mônica Francisco (PSOL), que também mantém uma sala no Centro, a R$ 1.659,25 mensais. Mas diz que o espaço foi alugado para a Comissão de Trabalho, da qual é presidente.

Vale lembrar que nossos nobres parlamentares serão transferidos para a nova sede da Alerj já no ano que vem. Lá, cada gabinete terá cem metros quadrados. Será que ainda assim vai faltar espaço?

15 ESCRITÓRIOS NO INTERIOR E BAIXADA

Gabinete Max Lemos - Foto do leitor

Há ainda outros 15 escritórios no interior e na Baixada Fluminense, nos nomes de Alana Passos (PSL), Chico Machado (PSD), Daniel Librellon (PRB), Dr. Deodalto (PTN), Gil Vianna (PSL), Giovani Ratinho (PTC), Gustavo Schmidt (PSL), Gustavo Tutuca (PMDB), João Peixoto (DC), Marcelo Cabeleireiro (DC), Marina Rocha (PMB), Sérgio Louback (PSC), Vandro Familia (SD) e Welberth Rezende (PPS).

PEZÃO BENEFICIADO, MDB ENROLADO

Apesar de o ex-governador Luiz Fernando Pezão e o ex-deputado Paulo Melo serem beneficiados pela soltura, o MDB continua na berlinda após tantos escândalos de corrupção. A grande preocupação da sigla é com suas 23 prefeituras.

ESPÓLIO É ALVO DE ADVERSÁRIOS

As outras siglas miram o espólio do MDB para a eleição do ano que vem. Mas o fato é minimizado pelo presidente estadual Leonardo Picciani. "Já temos nomes para tentar a reeleição em Caxias, Belford Roxo e Petrópolis", diz. Vamos aguardar.

ESCLARECIMENTO SOBRE CORREIOS

Sobre as despesas com Correios, Jair Bittencourt (PP) diz que gastou R$ 264,80, para envio de ofícios às Prefeituras e Câmaras Municipais. Renan Ferreirinha (PSB) diz que usou recursos com requerimentos.

PT NÃO CONSEGUE SE ENTENDER

Após Freixo declarar que terá o apoio de Lula, e Lindbergh Farias dizer o mesmo em seu aniversário, no sábado, o PT ainda não se decidiu. Gleisi Hoffmann provocou um climão ao declarar que Benedita será pré-candidata.

POSTO VETERINÁRIO EM CAMPO GRANDE.

Após uma longa espera, a
Prefeitura vai inaugurar no próximo sábado (14), às 10h, uma unidade veterinária em Campo Grande. O pedido foi feito por Luiz Carlos Ramos Filho (Podemos).

PICADINHO

Hoje acontece um debate gratuito sobre saúde mental com a psicóloga Flavia Pitella, às 14 h, no Centro dos Correios.

Nesta sexta o chef Romano Fontanive dará uma aula aberta de gastronomia no Zona Sul da Santa Mônica, na Barra, às 19h30.

O restaurante La Carioca realiza no domingo, a partir das 15h, um mutirão de limpeza na praia do Leblon.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários