Se soldado youtuber se candidatar, vai para reserva

Por Sidney Rezende

Gabriel Monteiro
Gabriel Monteiro -
A Comissão de Revisão Disciplinar da Polícia Militar do Rio concluirá em 30 dias a sindicância que investiga a conduta do soldado Gabriel Monteiro, que, com menos de 10 anos de corporação, tornou-se youtuber na internet com mais de 100 milhões de visualizações em seu canal. Até a abertura da investigação, ele prestava serviço externo no gabinete do deputado Filippe Poubel (PSL).
Em cumprimento ao que determina as normas da Polícia Militar, um "apanhado de provas", a maioria em vídeo, mostra que o soldado praticou "transgressão disciplinar de natureza grave" no tratamento com seus superiores hierárquicos.
Em pelo menos três casos diferentes, com edições seletivas, Monteiro trouxe constrangimento ao interlocutor. Um dos casos que envolve o ex-comandante da PM, coronel Ibis Ribeiro, acabou na Justiça. Na reunião de conciliação em janeiro, o youtuber e sua equipe filmaram a sessão mesmo com a desautorização do juiz responsável pelo caso. Por conta disto, o coronel Ibis entrará com outra ação, ainda este mês, na esfera criminal sob o argumento de que foi "novamente difamado e caluniado".
Gabriel Monteiro é identificado nas redes como integrante do Movimento Brasil Livre. Circula abertamente no meio militar que a forma do youtuber se comportar se assemelha à estratégia eleitoral utilizada pelo hoje deputado estadual por São Paulo Arthur do Val 'Mamãe Falei' (Patriota), que também buscava cliques para suas polêmicas entrevistas. Por conta da sindicância em andamento, Monteiro perdeu o porte de armas até a conclusão do processo. Caso decida pela política, Gabriel Monteiro poderá sair candidato na próxima eleição, mas, se isso ocorrer, ele irá diretamente para reserva.
A coluna procurou o soldado e, até o momento do fechamento desta edição, não obteve resposta.

PSB com candidatura própria em Caxias

José Zumba, Alessandro Molon e Dom Mauro Morelli. - Divulgação
Alinhada à política da executiva estadual do PSB, presidido pelo deputado Alessandro Molon, a nova Executiva Municipal do partido decide encaminhar candidatura própria no município. O nome mais cotado é do ex-vereador por dois mandatos e líder religioso José Zumba, que analisa a possibilidade do desafio posto por Molon, que é líder da oposição na Câmara dos Deputados. A articulação junto à Executiva Estadual para o lançamento do nome de Zumba foi conduzida pelo atual vice-presidente municipal da legenda, José Fernandes, e pelo secretário-geral Leonardo Rocha. O PSB irá realizar o ato oficial nos próximos dias. 

Os pré-candidatos do PDT

Carlos Lupi - Divulgação
Na reunião do Diretório estadual do PDT, que acontecerá nesta segunda, dia 9 de março, às 18h, na Fundação Leonel Brizola, Carlos Lupi vai apresentar aos militantes do partido os principais pré-candidatos às eleições para prefeitos no estado. Além de Martha Rocha, Axel Grael, José Bonifácio Novelino, do Rio, Niterói e Cabo Frio, existem mais 29 pré-candidatos às prefeituras de municípios fluminenses.

Reforma bancada pela Fecomércio

O reparo para a reabertura da Biblioteca Parque do Alemão está orçado em R$ 120 mil. Nesta quinta-feira (5), a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros, se encontrou com representantes da Federação para acertar os detalhes para a parceria. A biblioteca está fechada desde 2016. A unidade do Alemão é a única do projeto das Bibliotecas Parque que não está aberta. Atualmente, três estão em funcionamento.

PICADINHO

 Paulo Lins e Silva falou sobre a Família do Futuro, no Simpósio promovido pelo IBDFAM, ontem (6), no Novotel do Centro.
Mais 210 professores de Ensino Fundamental são aprovados em concurso da Prefeitura do Rio.
Rafael Lima Daudt D'Oliveira lança o livro "A simplificação no Direito Administrativo e Ambiental", dia 12 de março, na PGE.

Comentários