Vereador Inaldo Silva: "Eduardo Paes vai cair nas pesquisas"

Por Sidney Rezende

Vereador Inaldo Silva
Vereador Inaldo Silva -
O bispo Inaldo Silva, da Igreja Universal do Reino de Deus, vereador em primeiro mandato, eleito pelo PRB, atual Republicanos, mesmo partido do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, disse que acontecerá com Eduardo Paes (DEM) o mesmo que aconteceu com Pedro Paulo (MDB), em 2016. Na época, pesquisas registravam boa aceitação do deputado do PMDB e, no decorrer da campanha, ele sequer conseguiu ir para o segundo turno. "Quando as coisas forem para a TV, o Eduardo Paes não ficará lá em cima, tem muitas delações a serem apuradas ainda", diz Inaldo.
"Tem muita coisa escondida. A população será informada na hora certa e a tendência é o Paes cair como aconteceu com o Pedro Paulo. Crivella, ao contrario, está crescendo", acredita.
Para o bispo Inaldo, o eleitor valorizará cada vez mais a gestão do atual prefeito do Rio: "Nós sabemos que o Crivella pegou a prefeitura, em 2017, com R$ 5 bilhões a menos no orçamento. Mais R$ 5 bilhões de dívidas para pagar, só aí mais de R$ 10 milhões".
Cauteloso, o vereador Inaldo alerta que "ainda não sabe se ocorrerão eleições". Ele prevê grandes dificuldades pela frente. "O problema não é só coronavírus, são as consequências financeiras. O dono de restaurante que não tem cliente. A creche não aceitar seu filho, porque ele não terá dinheiro para pagar, e por aí vai... O nosso prefeito tem que mostrar nesta crise algo que favoreça ao que mais precisa, temos que comprar na pequena loja, o pequenininho não tem incentivo e, por isso, precisamos nos unir para comprar do pequeno para fazer o dinheiro girar".

Adiamento de prazos eleitorais

 A deputada Martha Rocha (PDT), presidente da Comissão de Saúde da Alerj e integrante do Comitê de Crise montado juntamente com o Governo do Estado, disse que é a favor da suspensão dos prazos da legislação eleitoral para que todos foquem no combate ao coronavírus.

Covid-19 mobiliza Médio Paraíba

Hospital Zilda Arns - Divulgação

 O deputado Marcelo Cabeleireiro(DC) sugeriu o Hospital Regional Zilda Arns, para isolamento e internação de vítimas do COVID-19 no Médio Paraíba. "Ele tem excelente estrutura e, desde sua inauguração, funciona com apenas 20% de sua capacidade total", diz ele.

Coronavírus e novas regras

 O prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa, assinou decreto que suspende o protesto de certidões de dívida ativa tributária municipal pelo prazo de 60 dias em razão do coronavírus. A iniciativa responde ao reconhecimento de calamidade pública pelo Governo Federal e traz tranquilidade ao município.

PICADINHO

 Defensor Regional de Direitos Humanos da DPU no Rio requer na Justiça a instalação de barreiras sanitárias em aeroportos e portos.

A Cedae coloca nas ruas, em caráter emergencial, 40 novos caminhões pipa para atender prioritariamente comunidades do Rio.

Prêmio "Sim à Igualdade Racial 2020", que tinha data de 19 de maio, é adiado para o dia 6 de outubro.

Comentários