Presidente do TRE sobre fake news: "Temos plena consciência da gravidade do que isso representa"

Cláudio Brandão foi entrevistado por live em rede social do Jornal O Dia.

Por Sidney Rezende

Presidente do TRE-RJ, Cláudio Brandão
Presidente do TRE-RJ, Cláudio Brandão -
O presidente do TRE-RJ, desembargador Cláudio Brandão, foi o primeiro entrevistado de uma série que o Jornal O Dia está fazendo, por meio de live no Facebook, sobre as eleições municipais. A disseminação de fake news durante as campanhas eleitorais deste ano foi um dos assuntos abordados. Segundo o desembargador, as notícias falsas estão no radar, tanto do TRE-RJ quanto do TSE. 

"Você combate a desinformação com informação. E nesse ponto acho que eventos como esse, que a Justiça Eleitoral e a imprensa séria participam, já vão contribuir muito para, de uma certa forma, diminuir o impacto da desinformação e da mentira nas redes sociais e meios de comunicação. É preciso também que as pessoas se conscientizem e sejam mais críticas, principalmente ao repassar informações que recebem. Não só no conteúdo eleitoral, mas de um modo geral. Ter o cuidado de checar a veracidade das informações que a gente recebe pelas redes sociais e notadamente pelo Whatsapp. Especificamente na Justiça Eleitoral, nós temos plena consciência da gravidade do que isso representa. Uma informação equivocada, maldosa, a mentira, quando propagada nas redes sociais, pode ter um impacto muito grande na lisura do processo eleitoral. Uma das missões da Justiça Eleitoral é de zelar para que a honestidade prepondere. É preciso que aquele candidato honesto se sinta encorajado a prosseguir. E, por outro lado, é preciso que a Justiça atue de uma forma muito enérgica com os desonestos. E a desonestidade, nesse ambiente virtual, existe, é uma realidade, cresce cada vez mais", disse.
Brandão explicou ainda o que está sendo feito para coibir a propagação desse tipo de conteúdo. "Já houve a designação dos juízes eleitorais nos 92 municípios do estado do Rio de Janeiro. Há uma coordenação pelo juiz Luiz Márcio, que é um dos juízes mais experientes que o TRE-RJ tem, talvez um dos maiores especialistas do Brasil dessa matéria. Nós já temos uma equipe de pessoas muito qualificadas para atuar especificamente nessa área e dar o suporte que os juízes vão precisar para rapidamente coibir esse tipo de medida, de fake news, a desinformação nesse ambiente virtual. Além de atuar com energia, é preciso que o Tribunal atue com rapidez. A gente tem essa percepção, porque fazer com que esse tipo de informação ou desinformação circule por muito tempo é fazer com que o estrago vá se multiplicando. A primeira medida é identificar o conteúdo e rapidamente retirar. O Tribunal já tem contato com as empresas que administram essas redes sociais e nós vamos rapidamente primeiro retirar. E, aí sim, nós vamos através de procedimentos administrativos e, dependendo da gravidade, através de processos judiciais e até criminais, punir os responsáveis. A decisão quanto à retirada não vai ser tomada após muito tempo. Existem decisões que precisam ser muito rápidas. Por outro lado, a punição, a gente precisa segurar por força da Constituição do princípio do contraditório e da ampla defesa".

Para o eleitor que quiser denunciar a divulgação de fake news, o presidente do TRE-RJ responde: "Vamos viabilizar meios eletrônicos para esse tipo de denúncia e aí isso vai ser apurado. Qualquer pessoa pode fazer isso".  

Eduardo Paes na Live

O ex-prefeito do Rio Eduardo Paes é o convidado de hoje, às 15h, da live promovida pelo O Dia. Você pode participar e fazer sua pergunta. Assista em facebook.com/odiajornal e no youtube.com/tvodia. Participe! 

Deputado sai da Comissão de Constituição e Justiça

Max Lemos - Reprodução / Facebook
O deputado Max Lemos (PSDB) tem reclamado de uma "marcação implacável" do presidente do MDB, Leonardo Picciani. Além de o partido ter acionado a Justiça pedindo o seu mandato, no próximo dia 30, o parlamentar perderá o assento na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a principal do parlamento fluminense. O que se comenta é que isso seria "fruto da articulação política de Leonardo com o deputado Rosenverg Reis (MDB), que deve ser o novo dono da vaga". 

Professoras ameaçam entrar em greve

Secretaria Estadual de Educação abre inscrições para vagas temporárias de professor - Marcia Costa / Divulgação
O Sepe/RJ, que representa os professores, anunciou uma paralisação se governos do município do Rio e do estado reabrirem as escolas. "É um absurdo que as autoridades responsáveis pela saúde da população se preocupem apenas com a economia, em detrimento da garantia da vida". 

MPRJ não quer remanejamento de profissionais

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) expediu recomendação ao município do Rio para que se abstenham de reduzir a carga horária dos profissionais de saúde, especialmente médicos e enfermeiros lotados em unidades de saíude, em decorrência da pandemia.

PICADINHO

O Laboratório Inteligência de Vida promove, nos próximos dias 28 e 29, o Congresso LIV Virtual, que irá reunir especialistas para debaterem os sentimentos em meio à pandemia. Um dos palestrantes é o sociólogo italiano Domenico De Masi.
A Coca-Cola Andina está doando 84 mil litros de água mineral a sete instituições públicas de saúde no estado do Rio, que atuam diretamente no combate à pandemia do novo coronavírus.

Ibeu lança plataforma com atividades gratuitas em todos os níveis de inglês, com jogos, visitas virtuais a museus e conversação. 

Comentários