Novo secretário de Fazenda está ligado na tomada 220

Por Sidney Rezende

Guilherme Mercês
Guilherme Mercês -
O novo secretário de Fazenda do Estado, Guilherme Mercês, impôs um ritmo acelerado na sua primeira semana à frente das finanças do Governo. A sua primeira providência em reunião de trabalho foi encontrar um meio de não atrasar o pagamento dos servidores - estava sob risco este mês - e agora, garantido para o próximo dia 15. "Honrar o pagamento é uma das minhas prioridades e este mês apertamos daqui e dali, e conseguimos! A meta agora é 15 de julho".
Para fortalecer a equipe, Mercês trouxe com ele dois reforços: o administrador, ex-Furnas, Julio Andrade e a experiente Priscilla Haidar Sakalen, advogada especializada em direito tributário. Mercês iniciou uma série de promoções de servidores qualificados do quadro técnico da própria Secretaria. Ele afirmou que fará "forte investimento nos profissionais de carreira" e que irá propor uma agenda positiva para que, juntamente com a Alerj, se possa valorizar quem gera emprego e renda no Rio. "Em primeira mão, informo que vou propor a criação de uma subsecretaria de política tributária, a ser liderada pelo professor de direito tributário Rogério Dias. Sem aumento de despesa!", prometeu. "Nosso desafio não é só equilibrar as finanças, mas fazer a economia do Rio voltar a crescer! Somos o segundo maior estado consumidor e o maior importador entre todos os estados do Brasil. O Rio tem que comprar do Rio!". A aposta de Guilherme Mercês é oferecer sua experiência de 12 anos na área técnica da Firjan e atrair relacionamentos conquistados neste período. Numa das Cartas do FMI sobre economia brasileira, o capítulo dedicado do Rio de Janeiro foi escrito pelo atual secretário, sem que ele imaginasse que, um dia, pudesse estar no Executivo e coubesse a ele o dever de implementar as políticas de resgate do Rio, mesmo que a ajuda da União demore a chegar.

Live com Martha Rocha

O deputada estadual Martha Rocha, do PDT, é a convidada de hoje, às 15h, da live promovida pelo O Dia. Você pode participar e fazer sua pergunta. Assista em facebook.com/odiajornal e no youtube.com/tvodia. Participe!

Nada certo

Mônica Francisco - Paulo Carneiro/Parceiro/Agência O Dia
Surgiram especulações de que a deputada Mônica Francisco, do Psol, poderia ser a vice na chapa de Benedita da Silva, do PT, à prefeitura do Rio. Mônica desconversou: "alguns movimentos levantaram meu nome, dentro e fora do partido, mas é apenas uma possibilidade. Precisamos unir forças com os campos progressistas de esquerda para enfrentarmos as dificuldades presentes e as que virão". 

Artistas sofrem na pandemia

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB), relatora da Lei Aldir Blanc — em homenagem ao compositor morto em maio em decorrência da Covid-19—, que destina R$ 3,6 bilhões da União para trabalhadores da cultura de todo o país, disse à coluna: "esperamos a sanção da lei para que este dinheiro chegue na ponta, para que este segmento consiga ultrapassar este período da pandemia e que possa voltar ao trabalho sobrevivendo. Porque essa é a palavra: sobreviver. Na medida que este é o último setor a voltar ao funcionamento normal". 

Camelôs e os legalizados

Decreto do governador diz que "bares e restaurantes podem voltar a funcionar respeitando o limite de 50% de sua capacidade", mas a decisão final caberá às prefeituras. O presidente do SINDRIO, Fernando Blower, quer saber: "se o estado está prevendo que é possível manter a segurança da população e a flexibilização dos negócios, por que a prefeitura considera que apenas atividades de camelôs, vendedores de quentinhas, churrasquinhos e cervejas são admissíveis, enquanto os negócios legalizados precisam ficar fechados?". 

Covid-19 em Belford Roxo

A prefeitura de Belford Roxo quer intensificar o combate à Covid-19 nas ruas do município. O secretário de Saúde, Christian Vieira, defende o distanciamento social. "Não existem motivos para andar sem máscara, pois já foram distribuídas mais de 140 mil por toda a cidade e vamos continuar com essa ação”, informou o secretário. 

PICADINHO

O arquiteto João Uchôa lança, no dia 16, o livro "P.A. 11 - Arquitetura, arte e ralação", em formato ebook, na plataforma da Amazon.

Hospital Popular de Medicina Veterinária vai inaugurar filial em Del Castilho no dia 18 de junho, às 16h, com funcionamento 24h, 10 consultórios, centro cirúrgico e 34 leitos de internação para cães e gatos.

Projeto Aconchego Literário, do escritório de advocacia Licks Attorneys e da editora InVerso, leva livros para hospitais e instituições sociais de todo o país. 

Comentários