Bastidores da eleição da Firjan: Reunião tensa para discutir futuro político

Por Sidney Rezende

O presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, sofreu uma dura derrota política hoje. Seu projeto de alterar o processo eleitoral para a escolha do próximo presidente da Firjan não foi aprovado na reunião da sua própria diretoria. Dos presentes, 11 querem manter o voto presencial e somente 10 apoiaram sua ideia de voto digital. Eduardo, que perdeu entre os diretores por ele escolhidos, vê sua luta pelo 9º mandato consecutivo mais longe.
A oposição não aceitou a manobra de manipular o estatuto, mas Eduardo, diante da derrota, não homologou o resultado e vai tentar virar o jogo na reunião do Conselho dos Representantes (30/6) que reúne 100 presidentes de sindicatos e que formam o verdadeiro colégio eleitoral da Federação.

Comentários