Bruno Lessa explica voto dado em 2018

Pré-candidato do DEM participou de live de O Dia.

Por Sidney Rezende

Bruno Lessa é pré-candidato do DEM à Prefeitura de Niterói
Bruno Lessa é pré-candidato do DEM à Prefeitura de Niterói -
A primeira semana de lives promovidas pelo jornal O Dia com os pré-candidatos à Prefeitura de Niterói trouxe um dado interessante: pelo menos quatro dos cinco entrevistados votaram em Jair Bolsonaro. O vereador Bruno Lessa (DEM) foi cobrado por um homem chamado Tulio Mota, a quem Lessa disse na resposta ser um professor conhecido na cidade, ex-candidato a vereador e "militante do PSOL". O rapaz quis saber: "Você fez uma coligação proporcional com Jordy em 2015. Seus votos o colocaram na política niteroiense. Em 2018, você votou em Bolsonaro. O que você acha dos ataques que os dois fazem à nossa democracia?". Lessa deu sua explicação.
"É uma pergunta absolutamente relevante, que se reverte de uma lógica política-partidária por trás, que eu quero responder diretamente. Tulio, o Bolsonaro teve 62% dos votos em Niterói no segundo turno. Eu me recuso a achar, como gente do seu partido acha, que todo mundo que votou no Bolsonaro é fascista. Não dá para achar que 62% dos eleitores niteroienses são fascistas. Não, não são. O niteroiense votou no Bolsonaro e eu votei também. Tinha o Bolsonaro e o poste do PT. No primeiro turno, eu votei no Alckmin, no segundo votei no Bolsonaro. Não tenho o menor problema de falar isso. Com relação a ataques à democracia, são deploráveis. Sou um democrata acima de tudo. E dialogo muito com a esquerda e com a direita. Com a esquerda, inclusive, com os dois vereadores do PSOL na Câmara. São bons colegas e a gente, inclusive, assina muitos projetos juntos, não tenho o menor problema de falar isso. Ataques à democracia são péssimos. Vindos da direita e da esquerda'. Por isso, essa coisa de falar em AI-5, em pleno século 21, é algo que me incomoda muito. Mas também me incomoda muito a defesa cega que alguns partidos de esquerda fazem de um regime tirano como é o regime venezuelano. Democracia sempre, ditadura nunca". 

Revolta com o governador

Deputado Wladimir Garotinho - DIVULGAÇÃO
O deputado federal Wladimir Garotinho está revoltado com Wilson Witzel. "O governador deveria vir a público pedir desculpas ao povo de Campos. É vergonhosa a condução do Governo do Estado no caso dos hospitais de campanha. Além de todas as denúncias de corrupção, agora vai desmontar o que sequer chegou a funcionar". 

Volta dos traficantes

A suspensão dos contratos de prestação de serviço dos trabalhadores que atendiam nas vilas olímpicas traz uma velha preocupação. Vila olímpica abandonada é um convite para a volta da invasão do tráfico neste territórios. 

Cesar Maia a todo vapor

O vereador Cesar Maia (DEM) aprovou nove emendas ao Projeto de Lei do Executivo que estabelece as diretrizes orçamentárias da Prefeitura do Rio de Janeiro (LDO) para o exercício financeiro do ano que vem, 2021.

As propostas garantem verba para a execução de programas que já existiram na Administração Pública durante as suas gestões à frente da Prefeitura.
São elas:

- retomada do programa Gari Comunitário -contratação de moradores de comunidades para a limpeza urbana de área onde reside;
- expansão do programa Ônibus da Liberdade -transporte gratuito de alunos da rede municipal de ensino, preferencialmente moradores da zona oeste, de casa para a escola e vice-versa;
- retomada do programa Remédio em Casa -entrega em domicílio de medicamentos aos diabéticos, hipertensos e pessoas com bronquite asmática crônica atendidos pela Rede Municipal de Saúde;
- retomada do Favela-Bairro;
- implementação de novo Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos Servidores da Área de Saúde da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro;
- retomada do programa de concessão de Carta de Crédito aos servidores municipais visando a compra da casa própria;
- antecipação em forma de pecúnia da licença-prêmio dos servidores municipais em situações prioritárias;
- transformação da Empresa Municipal de Informática da Cidade do Rio de Janeiro – IplanRio em Autarquia, assim como a Imprensa da Cidade -altera o regime jurídico dos funcionários, que terão seus empregos transformados em cargos, desde que tenham sido admitidos mediante prévia aprovação em concurso público. Caberá ao Prefeito eleito nas próximas eleições a realização das propostas aprovadas.

PICADINHO

Pandemia mostra que 61% dos pequenos negócios fluminenses não tinham reservas financeiras, segundo pesquisa do Sebrae Rio.

Prefeitura de Queimados divulga novo Disque-Luz gratuito para solicitar reparos e manutenções: 0800 727 7173.

Gestores e empresários dos ramos de Turismo e Hotelaria participarão da Travel Tech, conferência promovida pela Latam. Edição será online, de 13 a 17 de julho. 

Comentários