Lula quer ajuda do prefeito de Maricá durante campanha presidencial

Por Sidney Rezende

Prefeito de Maricá, Fabiano Horta está com prestígio no partido
Prefeito de Maricá, Fabiano Horta está com prestígio no partido -
Está subindo a estrela do atual prefeito de Maricá, Fabiano Horta. A sua administração tem sido muito bem avaliada pela população. O ponto alto foi a inauguação do Hospital Che Guevara. Foi acertada a opção por priorizar o atendimento às vítimas do coronavírus, inclusive aos pacientes de municípios vizinhos. A experiência exitosa de Maricá na pandemia, já que a cidade foi a única com mais de 150 mil habitantes no estado a criar mais empregos formais do que perder em plena quarentena, fortaleceu o prefeito Fabiano Horta nas hostes petistas, em especial junto ao ex-presidente Lula.
Além de candidato à reeleição, Fabiano estará presente na campanha de Benedita da Silva e em dezenas de outras campanhas majoritárias do PT Brasil afora. A campanha nacional conta com Otávio Antunes, publicitário que fez a campanha de Haddad e que também dá pitacos na comunicação de Maricá. Lula já coloca Fabiano em posição privilegiada para projetos futuros.
Duas iniciativas estão surtindo efeito em Maricá: a distribuição de cestas básicas e kits de higiene. Além dos alunos da rede municipal, que recebem kits junto com a cesta básica, moradores cadastrados nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) também estão recebendo kits de higiene, totalizando assim a entrega mensal de 68 mil kits de higiene e 30 mil cestas básicas. E a outra é a promessa de construção da Arena Maricá, o estádio de futebol municipal que será construído no bairro do Caxito, o já apelidado de "Caxitão". O espaço terá capacidade para 20 mil pessoas.

Minc detona Ricardo Salles

Carlos Minc - Paulo Carneiro/Parceiro/Agência O Dia
O deputado estadual Carlos Minc classificou a atuação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, na pasta que um dia ele próprio já comandou, como "um horror". Ele disse: "ele é alguém que não pode cumprir metas, pois não tem dinheiro e nem apoio dos outros ministérios. Ele detonou o Fundo Amazônia, que criamos em 2008, que garantiria R$ 2,5 bilhões para fiscalização, monitoramento, prevenção. Chora em cima do leite que ele próprio derramou". 

Fichas lançadas em Nova Iguaçu

O atual prefeito Rogério Lisboa (PP) garante que é candidatíssimo à reeleição e tudo indica que terá como vice o deputado federal Juninho do Pneu. Este teria sido o motivo para o deputado estadual Carlos Augusto (PSD) romper com o grupo de Lisboa e se lançar também candidato, tendo o ex-secretário de Ordem Pública, Igor Porto, como vice em sua chapa. O rompimento de Carlos Augusto com Rogério foi visto com entusiasmo por outros candidatos da oposição, entre eles: Max Lemos (PSDB), Rosângela Gomes (Republicanos), Cornelio Ribeiro (PRTB) e Welington Guimarães, o Doutor Letinho (PSC). Se Rogério for para o segundo turno, é possível que o candidato da oposição possa atrair os outros adversários em torno da sua candidatura. 

Livros devem continuar isentos

O segmento editorial é bem forte no Rio e em São Paulo. Ouvido pela coluna, o senador Randolfe Rodrigues (Rede) disse que "o mercado de livros é protegido pela Constituição de pagar impostos. O 'novo imposto' CBS de Guedes acaba com a isenção e torna os livros tributáveis mais uma vez, sujeitos à mesma taxa de 12% que vale para outros os setores". Ele considera isso um "absurdo". E é mesmo. 

PICADINHO

Rede de colégios e curso PENSI doou série de equipamentos para o GT de produção de álcool gel da UFRJ - Unidade do Fundão.  
MPRJ obtém decisão que determina o caráter não obrigatório das atividades pedagógicas desenvolvidas à distância em São João de Meriti.

Receita Federal apreendeu mais de 1.100 óculos importados no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Comentários