PSB quer espaço na Baixada Fluminense

Por Sidney Rezende

O ex-vereador José Zumba é o pré-candidato do PSB à Prefeitura de Caxias, na Baixada
O ex-vereador José Zumba é o pré-candidato do PSB à Prefeitura de Caxias, na Baixada -
O Partido Socialista Brasileiro de Duque de Caxias, Baixada Fluminense, está tentando um novo caminho para a esquerda no estado do Rio de Janeiro. A prefeitura, comandada por Washington Reis, tem crescido seus tentáculos no município, e a disputa municipal contra a situação será acalorada. Talvez a mais intensa da região. O que o PSB está construindo, segundo o documento público divulgado esta semana, é fortalecer sua "atuação política pelos princípios inegociáveis da defesa da Democracia e do Estado de Direito, da solidariedade Socialista, do combate às desigualdades sociais e da defesa das liberdades individuais". Diz ainda a carta-compromisso que o partido "se coloca em clara oposição aos governos federal, estadual e municipal e não autoriza a participação de nenhum de seus militantes e dirigentes em qualquer cargo político em nenhuma dessas esferas e em particular no governo municipal. O PSB reafirma seu compromisso com as boas práticas da administração pública, sendo intransigente em seu compromisso com o combate à corrupção, defendendo a gestão pública baseada na transparência administrativa e observância da ética, propondo o uso de mecanismos sociais de controle e acompanhamento social tanto da gestão executiva quanto do mandato legislativo".
Um dos pontos do documento trata de religião. "O PSB reafirma seu compromisso com o princípio de estado laico e com a defesa do amplo direito à liberdade de culto e da diversidade religiosa combatendo qualquer discriminação quanto à opção religiosa". Vamos aguardar para ver como reage o eleitor da cidade. Por fim, "o PSB apela às forças políticas de esquerda, a todos os setores democráticos e aos trabalhadores e trabalhadoras que busquem união em direção a conquista do poder executivo municipal e o maior número de mandatos legislativos possíveis para que possamos finalmente servir nossa gente liberando a poderosa energia criativa presente na direção do bem estar coletivo". 

Barcas, metrô e trens

Movimentação nas barcas - Cleber Mendes
A possibilidade dos serviços de barcas, trens e metrô serem interrompidos acendeu a luz vermelha da Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa. De acordo com o deputado Dionísio Lins (Progressista), presidente da comissão, é de fundamental importância que a secretaria estadual de Transporte intervenha para que não ocorra um colapso nos modais. 

Superfaturamento na merenda

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro julgou irregulares as contas do ex-prefeito Timor (Republicanos) em contrato com a empresa Monte Sinai por superfaturamento de merenda escolar condenando-o a devolver R$ 47.745,89. No ano de 2013, Timor também foi condenado a devolver R$ 2,9 milhões pelo mesmo motivo. 

Três Poderes

A Associação Nacional de Desembargadores (ANDES) entrou com representação de inconstitucionalidade contra a Lei 8.939/2020, que obrigou o Tribunal de Justiça do Estado do Rio a implantar medidas para atendimento telepresencial durante a pandemia. A alegação da ANDES é que o texto proposto por deputados estaduais e sancionado mês passado fere o princípio constitucional da separação dos Três Poderes, resultando em violação à autonomia administrativa e financeira do Judiciário. 

PICADINHO

O Rio Othon Palace lançou o maior salão híbrido do país. Voltado para eventos corporativos, o espaço está 100% de acordo com as regras definidas pela OMS, Ministério da Saúde e secretarias estaduais e municipais.

Politécnica-UFRJ lança campanha de doações para inclusão digital de alunos que não dispõem de dispositivos e acessos de internet adequados para acompanhar o ensino remoto.

FACES Brasil realiza, às quintas-feiras de agosto, a série "Heróis", que são encontros para homenagear profissionais por trabalho durante a pandemia. 

Comentários