Apenas cinco membros de cada órgão participarão do curso em Lisboa - Divulgação / TCE-RJ
Apenas cinco membros de cada órgão participarão do curso em LisboaDivulgação / TCE-RJ
Por ADRIANA CRUZ

RIO - Parece até que o governo do Estado está nadando em dinheiro. O Ministério Público (MP), a Procuradoria do Estado e o Tribunal de Contas do Estado (TCE), juntos, vão gastar quase R$ 300 mil para seus servidores participarem do curso 'Mecanismos de Prevenção e Combate à Corrupção na Administração Pública', organizado pela Associação da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa (JURISNOVA), em Lisboa, Portugal, que começou ontem e termina sexta-feira. São só cinco membros de cada órgão. Apenas com passagens aéreas, o TCE informou que o investimento foi de R$ 47.542,27. Já o MP esclareceu que o total de diárias de cada representante sai em R$ 4.824,60. No caso da Procuradoria, o valor foi estipulado em R$ 4.642,62 por integrante. Segundo o órgão, a escolha de seus servidores foi do Procurador-Geral, Rodrigo Crelier Zambão da Silva, e submetido à aprovação do Conselho da Procuradoria Geral do Estado. Em contrapartida, o governador Luiz Fernando Pezão vive com o pires na mão.

Você pode gostar
Comentários