Cuidado ao usar o crédito

Todos devem o máximo de cuidado ao utilizar a modalidade de crédito

Por O Dia

Soraya Goodman, advogada especialista em Direito do Consumidor
Soraya Goodman, advogada especialista em Direito do Consumidor -

Mesmo com leve queda, as taxas de juros do cheque especial continuam exorbitantes. Por isso, é preciso cautela no uso dessa modalidade de crédito. O mais preocupante é que muitos já contam com o valor do mesmo como complemento mensal da renda. Mas para sair do especial de forma definitiva, é fundamental saber o quanto você deve. Parece básico, mas muitos consumidores não sabem. Também é fundamental calcular o quanto se gasta. Faça um diagnóstico financeiro, por alguns dias anotando todos os seus gastos, inclusive os menores, como cafezinhos e doces. Negocie dívidas e procure juros menores. É claro que o crédito consignado, por exemplo, oferece juros mais baixos que o cheque especial, já que o pagamento é retido diretamente do salário. Portanto, não conte mais com o especial, cancele o serviço e corte gastos desnecessários. Vai receber 13º salário ou férias e comissões? Dê preferência para quitar dívidas, assim será possível ter descontos.

 

Comentários