Após quarto lugar na Liga das Nações, Bruninho aposta em evolução da Seleção

Na preparação para o Pré-Olímpico, levantador analisa início de temporada da equipe brasileira e destaca importância de atuar no Civitanova, da Itália, ao lado de Leal

Por O Dia

Levantador Bruninho projeta evolução da Seleção
Levantador Bruninho projeta evolução da Seleção -
A menos de um ano para a Olimpíada de Tóquio, o levantador Bruninho analisa o atual momento da seleção brasileira de vôlei, que vem de um quarto lugar na Liga das Nações e vai buscar a vaga nos Jogos de 2020 a partir do dia 9, no Pré-Olímpico, na Bulgária, contra os donos da casa, Egito e Porto Rico. “Lógico que a gente não fica satisfeito com o resultado final, de ficar fora do pódio, mas sabemos que temos muita coisa para evoluir. A gente tem trabalhado muito nesta fase antes do Pré-Olímpico. Mas tem coisas muitas positivas da Liga das Nações, com a chegada de alguns jogadores que ainda não tinham tido tanto espaço, como Cachopa, Flávio, Alan, e outros que se incorporaram neste ano, o Leal, e a volta do Lucarelli. O time tem bastante potencial de evolução”, analisa Bruninho.
Na última temporada de clubes, pelo Civitanova, da Itália, Bruninho conquistou o Italiano e a Liga dos Campeões: “É sempre importante jogar no melhor campeonato do mundo, com vários dos melhores jogadores de todas as nacionalidades. Jogar no melhor campeonato do mundo faz você estar o ano inteiro muito focado e concentrado no desenvolvimento e na performance porque lá o estrangeiro é muito cobrado. Isso é muito positivo”.
Ao seu lado no clube italiano estava o cubano naturalizado brasileiro Leal: “Eu tentei passar algumas coisas para ele de como funcionava na seleção brasileira. Acho que ele chegou e não teve tanta surpresa. Está se adaptando e isso vai ajudá-lo a render cada vez mais”.

Comentários