Mais Lidas

Richard Clayderman comemora 40 anos de carreira no Theatro Municipal

Músico se apresenta nesta sexta-feira e continua animado com os teclados

Por RICARDO SCHOTT

Richard Clayderman: piano no quarto do hotel para praticar todos os dias
Richard Clayderman: piano no quarto do hotel para praticar todos os dias -

Richard Clayderman adora tocar piano. Parece uma frase ingênua qualquer, levando em conta que o pianista francês é conhecido por, há 40 anos, encantar plateias ao redor do mundo com seu som romântico. Mas a frase deve ser levada muito ao pé da letra. A equipe do pianista - que traz sua '40th Anniversary Tour' na sexta para o Theatro Municipal - já sabe que um de seus pedidos mais comuns é ter um piano no quarto de hotel.

"Eu pratico várias horas por dia. Na França, eu toco à noite, mas moro em uma casa e os vizinhos não reclamam. Já nos hotéis, só dá para tocar de dia, mesmo", brinca, ao telefone, o músico, que passa também por Brasília (na quinta), Porto Alegre (sábado), Curitiba (domingo) e São Paulo (terça, dia 17). "O piano te dá possibilidades: você pode tocar sozinho, com uma orquestra... Ele é essencial para qualquer música, inclusive música pop".

NOMES

Se você viajasse no tempo e arrumasse emprego de professor na escola em que o músico estudava quando criança, não ia escutar "presente" quando chamasse Richard Clayderman. O nome do músico é Philippe Pagès. "Meu produtor, Olivier Toussaint, que está comigo até hoje, disse que teria problemas com meu sobrenome se quisesse ter carreira internacional, porque é difícil de pronunciar. Usei o Clayderman, que é o sobrenome da minha bisavó, e usei o Richard porque é mais sonoro", recorda. Só não deu certo no seio familiar. "Meus parentes me chamam de Philippe até hoje!"

Com clássicos como 'Ballade Pour Adeline' (de autoria do produtor Toussaint) no repertório, Richard diz que encontra muitos romances inspirados por sua música. "E muitas mulheres chamadas Adeline, que foram batizadas assim por causa da música. Os pais vêm contar que puseram esse nome nas suas filhas. É um prêmio para mim", afirma.

Um cálculo feito pela equipe de Clayderman dá conta de que o pianista "voou mais de 3 milhões de quilômetros. Ou seja, 70 vezes ao redor do mundo. Ou seja, nove vezes a distância entre a Terra e a Lua!". Além de amar piano, Clayderman também excursiona bastante, o que se reflete em sua discografia. São discos de canções francesas, brasileiras, de países da América do Sul em geral, trilhas de filmes... "É essencial para mim escutar rádio, saber o que as pessoas estão ouvindo. Mas gostar, mesmo, eu gosto de Elton John, James Taylor. Inclusive preciso dizer que é o tipo de música que eu gosto", brinca.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários