Feirante continua o trabalho iniciado pela mãe na Barraca da Família

Hoje a coluna #TôNaFeira fala de um restaurante que tem tempero nordestino, mas com um toque mineiro

Por O Dia

FEIRA DE SÃO CRISTÓVÃO
FEIRA DE SÃO CRISTÓVÃO -

Rio - Hoje a coluna #TôNaFeira fala de um restaurante que tem tempero nordestino, mas com um toque mineiro. Na Barraca da Família a tradição é levada a sério.

"Tudo começou com minha mãe Eunice Medeiros Pereira. Ela fundou o restaurante quando a Feira ainda era do lado de fora, não era no Pavilhão. Eu continuo no ofício. Hoje ela está com Papai do Céu, mas sei nos abençoa lá de cima", diz o feirante Luiz Antônio Pereira.

"Temos 30 anos de feira. Quem me ajuda atualmente a tocar a Barraca da Família são minhas filhas, Rafaela e Juliana", diz o feirante, que se orgulha de ter criado as filhas pelos corredores do local.

"Passamos mais tempo aqui dentro que em casa. Aqui na Feira todos nós somos uma grande família", comemora Luiz, fazendo mistério sobre o tempero usado nos pratos da casa.

"O segredo é manter amor sempre presente em nossas receitas. Cozinhar é uma arte, mas o arrumadinho, a carne de sol, o baião de dois e o feijão tropeiro são sempre certezas de satisfação dos nossos fregues", afirma o feirante, que deseja para Feira de São Cristóvão o melhor sempre.

"Ela merece continuar a ser grande, forte. E espero que ela cresça mais e mais", finaliza ele. 

Serviço

Feira DE SÃO CRISTÓVÃO. Campo de São Cristóvão s/nº, São Cristóvão. Ter a qui, das 10h às 18h. Sex e sáb, a partir das 10h. Dom, a partir das 12h. 

Comentários

Últimas de Diversão