Festival de Cinema Brasileiro em Miami começa nesta sexta

A programação inclui os dramas Benzinho, de Gustavo Pizzi, premiado como melhor filme no Festival de Gramado, Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor, e As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra

Por O Dia

O drama 'Benzinho' estará no festival
O drama 'Benzinho' estará no festival -

Rio - A 22ª edição do Festival de Cinema Brasileiro de Miami (BRAFF) começa nesta sexta-feira e vai até o dia 23 de setembro. A programação é repleta de filmes inéditos ou recém-lançados no Brasil — e todos inéditos na Flórida —, além de mostras e painéis, ocupando espaços como o Regal South Beach 18 (tradicional cinema que sedia a mostra competitiva), New World Symphony SoundScape Park, Savor Cinema, Downtown Media Center e Florida Internacional University.

Na mostra competitiva deste ano os curadores do BRAFF, Anna Marie de la Fuente, editora-chefe para América Latina da revista Variety, Flavia Guerra, jornalista e documentarista, e Carlos Gutierrez, diretor do Cinema Tropical, selecionaram oito longas-metragens de ficção que retratam a diversidade do cinema nacional.

A programação inclui a comédia Correndo Atrás, de Jeferson De, os dramas Benzinho, de Gustavo Pizzi, premiado como melhor filme no Festival de Gramado, Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor, e As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra. Completam a seleção os elogiados Berenice Procura, de Allan Fiterman, com uma importante representação LGBT no elenco; e O Paciente - O Caso Tancredo Neves, thriller médico de Sérgio Rezende que revela detalhes da misteriosa morte do presidente que nunca tomou posse; e as comédias Uma Quase Dupla, de Marcus Baldini, e Antes Que Eu Me Esqueça, de Tiago Arakilian.

O grande homenageado será Cacá Diegues, que ganhará uma mostra especial, com exibição de quatro filmes emblemáticos: Orfeu (1999), Bye Bye Brasil (1980), Deus é Brasileiro (2003) e O Maior Amor do Mundo (2006).

Últimas de Diversão