Zeca Pagodinho leva diversão e gastronomia para bar com seu nome

Bar do Zeca Pagodinho recebe o público a partir de sábado, com show do grupo Arruda, e tem acervo completo, que conta a história da carreira do sambista

Por RICARDO SCHOTT | ricardo.schott@odia.com.br

Balcão Zeca Bar
Balcão Zeca Bar -

Rio - "Tá uma loucura, não sei como vai ser isso aqui, não. Tô até com medo!", brincou Zeca Pagodinho em papo com O DIA, na segunda um dia antes da festa, apenas para conviados, do bar que leva seu nome, no Vogue Square, na Barra da Tijuca. E o fã de Zeca já pode esperar por uma extensa programação de samba nos dois palcos disponíveis. No sábado, dia da inauguração oficial, o Arruda toca por lá às 16h30, e no domingo, no mesmo horário, é a vez de Samba do Gota e Paulão 7 Cordas.

A festa do Bar do Zeca Pagodinho teve presença de vários bambas amigos, como Alcione, Serjão Loroza, Monarco, Dudu Nobre, Mariene de Castro, Elba Ramalho, Nelson Sargento e Jorge Aragão. Padre Jorjão, amicísimo do sambista, deu a bênção ao local. Que, garante Zeca, vai levar o espírito festivo de suas tardes em Xerém para o shopping da Barra.

"Eu ainda adoro ir a bares, mas o meu bar é em Xerém, né? Fico lá com os amigos e todos os bêbados, sambistas e malandros vão pra lá. O clima da casa vai ser igual ao do quintal. Vai ter essa agenda de shows, mas nem me meto muito nisso", conta Zeca, falando ao telefone de olho numa tela de TV onde passavam vários vídeos de shows seus.

"Já passou vídeo da MTV, o 'Quintal do Zeca Pagodinho', vai passar Hebe Camargo, Xuxa... Aqui tem de tudo da minha vida: meu São Jorge, meu São Cosme e meu São Damião, discos de ouro...". Um museu da sua vida, então? "Museu, não. Acervo, né?", brinca. O material, cedido por sua família e pela gravadora Universal Music, poderá ser apreciado todos os dias pelos fãs.

MEU LUGAR

O bar tem áreas com os nomes de Casa de Xerém (referência ao local na Baixada Fluminense onde Zeca tem sítio, e onde vai acontecer a venda de produtos personalizados), Deixa a Vida Me Levar (um bar menor, que dá suporte ao principal) e Portela (palco externo). E é programa para toda a família, já que o Bar do Zeca Pagodinho tem até diversões para os pequenos: jogos eletrônicos, mesa de totó e, para as crianças que existem nos adultos, até jogo de botão e sinuca.

"Vai ter torneio todo dia aqui no bar. Acho que vou até morar aqui!", brinca Zeca, que é o proprietário de uma casa ali bem pertinho do shopping. "Ou de repente me mudo pra essa casa. Saio chumbado daqui e caio lá", zoa.

SÓCIO, NÃO

Zeca cedeu seu nome e sua história, mas não tem participação societária no bar que pertence aos sócios Paulo Pacheco e Sérgio Lopes. "Esta conversa é antiga e só agora foi possível torná-la realidade. O Zeca e a cidade do Rio de Janeiro merecem esta homenagem", conta Pacheco, avisando que a casa funciona de terça a domingo e, pelos dois palcos, passarão estilos como instrumental, chorinho, seresta e samba. O bar vai ter atrações mais juvenis para a garotada, aproveitando a área de jogos.

COMER, COMER

Toninho do Momo, que comanda a gastronomia de um dos botequins mais tradicionais do Rio de Janeiro o Bar do Momo, na Tijuca é chef consultor do Bar do Zeca Pagodinho. "Sou acostumado a trabalhar com gastronomia carioca desde que me entendo por gente, e nada mais carioca do que o botequim", conta Toninho, que é fã de Zeca. "Trabalhar no cardápio do bar dele é uma das maiores felicidades que eu tenho na vida".

Entre os pratos incluídos por Toninho que trabalha no cardápio ao lado dos amigos Bruno Vaz e Bruno Magalhães estão petiscos como bolinho de arroz, empadas de rabada e camarão, coxinhas de galinha e caranguejo, caldinhos de mocotó e de feijão. No bar tem até uma televisão de cachorro, com vários frangos prontos para serem comidos lá mesmo. E tem pratos trazidos de Xerém pelo próprio Zeca, como a fava com costela de porco.

"Funciona quase como uma feijoada, só que é com fava", conta Toninho. "É comida típica lá do meu sítio", avisa Zeca, que já tinha tido vários empregos antes da fama, mas nunca nem sequer havia trabalhado num restaurante. "Fui contínuo, bicheiro, mas trabalhar em um, que eu lembre, nunca. Mas isso aqui é com eles, vou deixar todo mundo bem à vontade", alegra-se.

Galeria de Fotos

Balcão Zeca Bar Fausto Ferreira
Na sinuca, Zeca com os donos do bar: Paulo Pacheco (E) e Sérgio Lopes Fausto Ferreira
Mesas e ambientes do bar; acima, Zeca com Luis Carlos Magalhães (presidente da Portela) e Monarco Divulgação
Balcão Zeca Bar Fausto Ferreira
Balcão Zeca Bar Fausto Ferreira
Balcão Zeca Bar Fausto Ferreira
Balcão Zeca Bar Fausto Ferreira
Balcão Zeca Bar Fausto Ferreira

Comentários

Últimas de Diversão