Cerca de 600 salas de cinema são fechadas no Brasil por causa do coronavírus

Estreias de filmes foram todas canceladas e adiadas e isso fez com que as salas de cinema fechassem as portas

Por iG

Salas de cinema são fechadas ao redor de todo o país
Salas de cinema são fechadas ao redor de todo o país -

São Paulo - Com a pandemia do novo coronavírus, as recomendações de isolamento social estão afetando diversas áreas da economia. As salas de cinema estão entre os estabelecimentos que sofrem o impacto dessa crise e já são quase 600 estabelecimentos fechados em todo o Brasil. 

As estreias de filmes foram todas canceladas e adiadas e isso fez com que as salas de cinema fechassem as portas. De acordo com o site Filme B, são 577 locais de exibição fechados em todo o Brasil e o estado mais afetado é o Rio de Janeiro, pois o governo Wilson Witzel determinou que espaços culturais interrompessem as atividades temporariamente.

Em São Paulo

Segundo a Folha de S. Paulo, o governador de São Paulo, João Dória, determinou nesta quarta-feira (18) o fechamento dos shoppings da região metropolitana do estado. Essa decisão vai ao encontro da reinvidicação feita por organizações das empresas cinematográficas da unidade federativa. 

"A Federação Nacional das Empresas Exibidoras Cinematográficas e o Sindicato das Empresas Cinematográficas do Estado de São Paulo vêm a público pedir ao governador de São Paulo, João Doria, que assuma o papel de fechar as salas de cinema do estado, na forma da lei. As empresas exibidoras entendem que a grave situação colocada pela pandemia da Covid-19 é urgente e demanda uma resposta rápida que somente o Estado está habilitado a tomar", escreveram em carta. 

As organizações explicaram que o fechamento das salas de cinema estava em um impasse. Essa situação ococorria porque as empresas precisariam negociar com os próprios shoppings para poderem parar o funcionameto do local, o que era demorado e burcrático. Porém, o impasse foi resolvido com o decreto. 

Bilheterias

Antes mesmo da decisão do governador de São Paulo, algumas redes de cinema já haviam decido fecar as portas por tempo indeterminado. Foi a decisão de Espaço Itaú de Cinema, Petra Belas Artes e Cinesala. 

Antes mesmo dos fechamentos das salas de cinema, o impacto do novo coronavírus já era expressivo. De acordo com o Filme B, as bilheterias apresentaram os piores índices desde 2017. Na última quinta-feira (12), apenas 86 mil pessoas foram conferir os filmes em cartaz. 

Comentários