Sem sair de casa! Saiba como visitar grandes museus internacionais durante a quarentena

Do Louvre ao The Metropolitan Museum of Art, deslumbre-se com a imponência das instituições e suas coleções com auxílio de uma ferramenta do Google

Por iG

Um dos museus mais visitados, o Louvre, na França, abre as portas no mundo virtual
Um dos museus mais visitados, o Louvre, na França, abre as portas no mundo virtual -

São Paulo - Em março de 2020, seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde, museus do mundo todo fecharam as portas. Do Louvre ao The Metropolitan, as instituições ficaram inacessíveis para a população para conter a pandemia do novo coronavírus.  

Sem data para retornar às atividades, para a felicidade do público, muitos museus contam com coleções digitalizadas no Google Arts & Culture, plataforma que permite que o internauta visite uma instituição do conforto de casa. 

Pensando nisso, o iG Gente selecionou algumas instituições que tem acervo disponível na plataforma para você visitar durante a quarentena. 

Museo Del Prado - Madrid

Museo Del Prado, em MadriDivulgação

Considerado o museu mais importante da Espanha, o local contempla um dos quadros de maior destaque Diego Velázquez (1599-1660), a obra "As Meninas".

Além disso, a coleção é bastante completa, contendo obras da pintura espanhola, francesa, flamenga, alemã e italiana em seu acervo.

Louvre - França

Museu do Louvre, na FrançaDivulgação

Lar da obra prima de Leonardo Da Vinci, "Monalisa", e outras peças de destaque, o museu permite que internautas - a partir da plataforma do Google - circulem por suas galerias e salas de exposição. Além das pinturas, a arquitura é uma obra de arte à parte.

British Museum - Londres

Museu britânico, em LondresDivulgação

Fundado em 1753, a instituição tem cerca de 8 milhões de peças que narram mais de 2 milhões de anos da história da humanidade. Pela internet, é possível fazer um tour pelo tempo, contemplando artefatos criados por homens de eras mais do que distantes.

The Metropolitan Museum, Nova York

The Metropolitan Museum of Art, em Nova YorkDivulgação

E neste circuito não poderia faltar o The Metropolitan, que todo ano sedia o Baile do Met. Pela plataforma do Google o apreciador pode passear pelos corredores do museu, explorar peças da coleção e assistir a vídeos em 360º.

Musei Vaticani, Roma

Museu do Vaticano, em RomaDivulgação

Por fim, mas nunca menos importante, os internautas podem apreciar mais de sete quilômetros da extensão do museu do Vaticano. Além das obras de arte de Rafaello Sanzio, um corredor dedicado aos mapas antigos também está disponível no tour.  

Para infelicidade dos apreciadores de arte, os museus ainda não tem previsão para voltar às atividades, mas um tour, mesmo que digital, já deve sanar a ansiedade para conhecer essas e outras instalações pessoalmente (Pelo menos por enquanto). 

Comentários